Depois de quase 22 anos o Yahoo! não será mais chamado por este nome. De acordo com a empresa americana Verizon, que comprou o negócio por cerca de US$ 4,8 bilhões em julho passado, assim que a venda for concluída ocorrerá a mudança no nome. O Yahoo! passará a se chamar Altaba. A informação foi divulgada na segunda-feira, 9, bem como a mudança na equipe de diretores. A CEO Marissa Mayer - uma das mais respeitadas mulheres que atuam no ramo - e o cofundador do Yahoo!, David Filo, serão desligados. Vale lembrar que o Yahoo! vinha passando por dificuldades financeiras.

Assim que as mudanças forem implementadas, o Yahoo! - que então já estará sendo chamado por seu novo nome - vai se tornar uma empresa de investimentos.

Publicidade
Publicidade

A atual equipe de diretores, composta por 11 pessoas, será reduzida para apenas 5, sendo eles Tor Braham, Eric Brandt, Catherine Friedman, Thomas McInerney e Jeffrey Smith. As principais envolvidas na futura Altaba serão a Alibaba (empresa chinesa de e-commerce dona dos sites Alibaba, Aliexpress e Taobao) e o portal Yahoo Japan.

Mudança no nome não atinge serviços Yahoo!

Milhares de usuários que utilizam os serviços Yahoo! em todo o #Mundo ficaram chocados com o anúncio da mudança do nome, que está entre os mais lembrados pelos internautas. Não faltaram críticas e pessoas dizendo que jamais irão se acostumar a utilizar o “Altaba Respostas” ou “Altaba Buscas”. Porém para esses usuários mais apegados à marca Yahoo, a Verizon já anunciou que a mudança no nome não irá afetar os produtos já consagrados, entre eles o site buscador, blogs e até mesmo sua página inicial.

Publicidade

Todos essas ferramentas continuarão mantendo o logo e a marca Yahoo!.

Especialistas acreditam que esta é uma tática da Verizon para não perder usuários, já que a migração de internautas para outras plataformas não é nada interessante. Vale lembrar que esta mesma tática foi utilizada pela Lenovo quando comprou a Motorola. Apesar de todas as mudanças, consumidores continuam encontrando aparelhos Moto no mercado.

O que você acha de tudo isso? Deixe sua opinião nos comentários. #Notícias #Internet