Era para ser apenas uma linda noite de amor. Um homem da Nigéria, país que fica no continente africano, queria fazer tudo para que a primeira relação íntima com sua companheira fosse perfeita. Segundo informações do tabloide inglês Daily Mail, ele passou três meses para conquistar a moça e a convenceu de ir a um motel, iniciar um novo passo no relacionamento.

No local, ele tomou um remédio parecido com o viagra brasileiro. O problema foi que a medicação fez "efeito demais" nele. A ereção do nigeriano, de apenas trinta anos, parecia estar fora do controle. Ele, por sua vez, acreditava que o fato de não ejacular - mesmo após horas de relações íntimas - fosse apenas um efeito do remédio que havia tomado.

Publicidade
Publicidade

O amante vítima de um fato infeliz não teve o seu nome identificado. O tabloide da Inglaterra também preferiu não expôr a moça que estava com ele na cama, que viveu com o africano os últimos momentos de prazer dele. A mulher, que ficou desesperada ao ver a situação, chamou os funcionário do hotel. Ela explicou que o rapaz havia apagado. Ao encostarem o nigeriano, os funcionário do estabelecimento, que fica no estado de Delta, constataram que ele estava morto.

Mesmo após não respirar mais, o membro do homem estava ereto. Os funcionário então tiraram uma foto, que é a capa desta reportagem. A imagem chocou muita gente, mas não pode ser revelada devido a seu conteúdo.

Acredita-se que o 'viagra' tomado pelo africano não era de boa procedência. A droga é conhecia por lá como 'ManPower', que traduzida significa 'Poder aos Homens'.

Publicidade

A droga é formada pelo citrato de sildenafila, que faz a circulação fluir melhor no corpo e ajuda assim a provocar a ereção. O uso exagerado desse remédio, no entanto, pode provocar até um ataque cardíaco.

Infelizmente, muitos jovens acabam tomando a droga, mesmo sem precisar, pois querem impressionar suas companheiras. Este foi o caso do nigeriano. Além da droga, ele havia bebido substâncias alcoólicas durante a noite de amor, o que pode ter ajudado a tudo dar errado. #Curiosidade