Assim que assumiu a presidência, #Trump optou por excluir do site presidencial, seções de direito civil, plano de saúde, mudanças climáticas além da parte que atende a comunidade LGBT.

Destaca-se que a maneira que Trump conduzirá o governo será diferente da forma que #Obama conduziu, fatos que justificam a atitude dele em ter optado por priorizar pautas que defendeu em sua campanha eleitoral em detrimento de pautas que seriam claramente protegidas por Obama ou sua antiga concorrente (Hillary Clinton). Entretanto, a atitude tem sido vista de maneira negativa por apoiadores de Obama e membros da comunidade LGBT, tendo os últimos declarado que sentem medo de ser homossexual no governo Trump, pois consideram um arbítrio a decisão.

Publicidade
Publicidade

A figura de um presidente polêmico desperta apoiadores e opositores, enquanto uma parcela da população aprova a atitude, outros desaprovam.

A polêmica tem sido vinculada e divulgada pela mídia, o jornal The New York Times declarou de forma critica que “A era Trump começou na Internet”.

Apoiadores x Opositores

Apesar da rixa existente entre quem aprova e quem desaprova o governo Trump, o atual presidente americano prometeu que deixará a América em primeiro lugar, disse ainda que o poder de Washington, D.C está sendo transferido para o povo.

Em seu discurso de posse, também prometeu tomar medidas econômicas que tragam benefícios para todos, estimulando o patriotismo de todos os cidadãos, conclamando que todos vivam em união como Deus determina na bíblia, além de prometer que seu governo não ficará apenas em promessas mas que será pautado em ações concretas.

Publicidade

Destarte, também disse o slogan da sua campanha: "Nós faremos a América grande outra vez", proclamando que os EUA serão ricos novamente, relembrando os dias de glória dos Estados Unidos da América.

Assim, inicia-se o governo do presidente Donald Trump, que apesar de tantas controvérsias e questionamentos durante a campanha eleitoral acabou ganhando a presidência do país americano, deixando claro desde o início que não faria continuação do governo Obama.