Segundo informações da CNN e da Globo News, há pelo menos seis pessoas feridas no Aeroporto Internacional de Fort Lauderdale-Hollywood. Elas levaram os disparos em regiões diferentes do corpo. Funcionários do aeroporto disseram que o tiroteio ocorreu na área de reclamação de bagagem de nível mais baixo, no Terminal 2, por volta da uma da manhã desta sexta-feira, 6. As informações de mortos e feridos são desencontradas.

Houve um atirador ativo, que invadiu essa região e fez os disparos. Já se sabe que o homem que realizou os disparos estava sob custódia. O nome dele ainda não foi dito pelas autoridades, que informam que a situação já estaria sob o controle.

Publicidade
Publicidade

O xerife do condado de Broward disse que o suspeito é um atirador solitário, mas que matou várias vítimas.Na mensagem, ele indica que foram muitas as vítimas, mas não diz quantas faleceram ou foram feridas. Toda a operação no aeroporto foi cancelada por conta da ação do atirador.

Veja abaixo o Tweet feito pelos agentes de segurança:

A extensão das seis lesões confirmadas das vítimas é desconhecida neste momento. Funcionários do aeroporto também não especificaram quantos morreram.

As autoridades fecharam o terminal em torno das portas D4 e D5, localizadas no lado norte do aeroporto. Eles também fecharam o nível inferior entre os terminais 2 e 3.

Publicidade

O terminal 2 está fechado, de acordo com a assessoria de imprensa do aeroporto. As informações foram passadas pela mídia local. Todas as estradas para estes terminais estão sem o acesso de passageiros.

Centenas de passageiros e funcionários do aeroporto foram imediatamente retirados da área e escoltados para fora no asfalto. Esta área foi protegida. Por volta de uma e vinte e cinco da manhã, no horário local, essas centenas de pessoas ainda estavam fora na pista, mas os ônibus estão a caminho de transportá-los para longe da área.

Veja abaixo um vídeo que mostra a correria no aeroporto e o pânico dos passageiros. As imagens foram compartilhadas no Brasil pelo site do jornal 'O Globo':

#Crime