#Ator americano comoveu o mundo por um ato de amor e generosidade: ele decidiu adotar sua vizinha que morava sozinha e estava com câncer. Chris Salvatore, de 31 anos, levou a idosa de 89 anos para morar em sua casa ao descobrir que ela tinha leucemia e não havia ninguém para cuidar dela. Atualmente, os dois moram em Los Angeles, Estados Unidos e agora a senhorinha tem quem cuide dela com amor e dedicação. Os dois se divertem juntos e fotos publicadas nas redes sociais vêm comovendo internautas. Salvatore conta que ele e Norma Cook eram vizinhos há cinco anos e ela nunca se casou nem teve filhos, vivia sozinha na companhia de um gato. "Ela me chama de 'o neto que nunca teve'", revela o ator.

Publicidade
Publicidade

Salvatore comenta que sua vizinha foi diagnosticada com a doença no ano passado e por causa de uma severa pneumonia ficou internada no hospital por quase dois meses. O rapaz teve a iniciativa de fazer uma campanha nas redes sociais tentando angariar dinheiro e assim pagar o tratamento da idosa. O tratamento era caro e os médicos deram poucas esperanças de sobrevivência. Preocupado com a pouca quantidade de dinheiro arrecadado, o ator não deixaria a idosa voltar a morar sozinha e foi aí que tomou a decisão de levá-la para sua casa, assim, poderia companhá-la diariamente.

A química entre os dois é comovente. Ele conta que a felicidade da senhora foi tamanha com o convite que o contagiou, pois caso não a levasse consigo ela não teria outra opção a não ser ir para um abrigo.

Publicidade

Emocionado, o rapaz confessa que não poderia abandonar uma pessoa que considera sua avó e olhando-a diz que adora vê-la sentada no sofá, olhando televisão com os pezinhos para cima. A idosa demonstra sua gratidão ao rapaz, ajudando-o a cozinhar e cuidar da casa. "Ele é um cara maravilhoso", diz a senhora emocionada. No Instagram onde Salvatore compartilha as fotos com a vovozinha, já são mais de 250 mil seguidores. São centenas de curtidas e muitos comentários elogiando-o por ter tomado uma decisão tão bonita como a adoção de um idoso. #cancer