Nos Estados Unidos, Trump, em uma coletiva de imprensa, disse que acredita que os russos estão de fato ligados aos e-mails que foram divulgados durante a corrida presidencial.

Essa foi a primeira coletiva de imprensa da qual Trump participou após sua eleição como Presidente dos Estados Unidos, ele surpreendeu ao mundo todo, quando admitiu pela 1² vez que a Rússia pode ter hackeado o comitê dos Democratas.

Entretanto, ele afirmou que o país norte-americano sofre com ataque hacker de diversos países. Em sua afirmação, incluiu a China e culpou os Democratas por não terem se protegido de forma eficiente.

Ele negou, novamente, as reportagens publicadas recentemente que sugeriam que o Kremlin lhe enviou informação de espionagem.

Publicidade
Publicidade

As matérias publicadas, afirmam também, que os russos possuem informações a respeito do seu comportamento no que se refere à sexualidade.

Trump afirmou, mais uma vez, que os documentos “vazados” eram falsos, e acrescentou que tais documentos teriam sido encomendados por seus adversários.

Ele disse que é vergonhoso o fato de que as agências de inteligência dos Estados Unidos permitiram a divulgação de informações falsas. Ainda declarou que repassar à imprensa os relatórios secretos é algo que fere a lei. Entretanto, ele reconheceu a importância dos agentes de inteligência.

A coletiva de imprensa foi marcada pelo “bate-boca”. O fato ocorreu entre Trump e uma jornalista da CNN, quando ele a impediu de fazer-lhe perguntas e ainda criticou a emissora, chamando-a de uma organização terrível.

Durante a coletiva, o presidente Donald Trump afirmou que não irá esperar por uma negociação com o México, e irá, de fato, construir um grande muro em sua fronteira e cobrará a conta do país vizinho (México).

Publicidade

Disse também que será um grande gerador de empregos, o maior que Deus já criou.

Trump, também declarou que irá “punir” as empresas que decidirem se mudar dos Estados Unidos para o México e demitirem seus funcionários em estados americanos. E mais, afirmou que as empresas que tomarem esse tipo de atitude terão que pagar altos impostos para venderem seus produtos no país norte-americano. #Donald Trump