De acordo com a mídia internacional, o americano de 24 anos Akil Mitchell, que joga basquete para o time New Zeland Breakers, alcançou fama mundial instantânea na última quinta-feira (26) – não pelo seu desempenho dentro da quadra, mas por causa de um #Acidente extremamente bizarro que aconteceu durante uma partida: o olho esquerdo do jogador saiu da órbita após um choque acidental contra um rival.

O jogo em questão estava acontecendo em Auckland, maior cidade da Nova Zelândia. Aquela era, aparentemente, mais uma partida absolutamente comum da NBL (National Basketball League, ou Liga Nacional de Basquetebol), na qual os Breakers enfrentavam o Cairns Taipans, quando aconteceu o incidente que chocou o mundo.

Publicidade
Publicidade

Enquanto disputava uma bola logo abaixo da cesta, Mitchell teve seu olho acidentalmente atingido pelo dedo de Nnannna Egwu, o que fez com que seu globo ocular fosse desalojado e saltasse para fora da órbita. Quando perceberam o que havia acontecido, tanto os jogadores em quadra quanto a plateia mais próxima a Mitchell entraram em pânico.

Atendimento e recuperação

Assim que foi atingido pelo dedo de Egwu, Mitchell foi ao chão cobrindo o rosto com ambas as mãos. No entanto, em um instante em que ele deixou seus olhos à mostra, as câmeras que transmitiam a partida de basquete o focalizaram de perto, e então todos os telespectadores puderam testemunhar o resultado chocante do acidente.

Segundo o site Express, o jogo foi interrompido durante 15 minutos e Mitchell foi levado a uma ambulância para ser atendido, onde recebeu um remédio para dor e lhe foi administrada uma solução salina que fez seu olho escorregar para dentro da órbita novamente.

Publicidade

Ele foi levado ao hospital de Auckland, e exames constataram que seu globo ocular esquerdo estava apenas levemente machucado e arranhado. Mitchell já recebeu alta, e poderá estar de volta às quadras na próxima semana.

O jogador de basquete revelou posteriormente que a sensação percebida por ele quando o olho estava deslocado era muito bizarra, e fez alusão aos camaleões – que são capazes de enxergar em diferentes direções ao mesmo tempo. Ele também disse que se sentiu muito bem quando o olho voltou ao normal e pôde piscar novamente, o que classificou como "insano".

Assista ao acidente:

#Esporte