Há duas semanas, foi lançado um clipe saudita que está dando o que falar por conta do assunto que aborda: opressão feminina.

Uma música pop tem tomado conta da Arábia Saudita e tem divergido opiniões. Muitos estão a criticando pelo teor da música, por ir contra os costumes tradicionais do Reino. A canção, que tem o nome de "Hwages", mostra no clipe mulheres com véus pretos islâmicos, em trechos da música cantam: "Se ao menos Deus nos livrasse dos homens". Em duas semanas, o vídeo já bateu 4 milhões de visualizações.

No inicio do vídeo, as mulheres entram em um carro preto, vestindo os tradicionais jihab pretos que cobrem todo o corpo, deixando apenas os olhos aparentes.

Publicidade
Publicidade

Quem dirige o carro é um menino vestindo de sheik árabe. Durante a viagem de carro, as mulheres dançam, cantam e se divertem enquanto cantam a música. Um outro trecho que causou polêmica foi: "Todos os homens poderiam cair no esquecimento", segundo tradução do jornal Washington Post.

É um vídeo alegre, em que as mulheres podem se divertir da forma que quiserem, andam de bicicleta, de scooters e skate, jogam basquete e dançam da maneira que se sentirem confortáveis em uma discoteca. O vídeo, segundo muitos, é sobre derrubar o patriarcado. No reino saudita, este tema é extremamente proibido. As mulheres continuam a vestir o jihab preto, mas agora com roupas coloridas, tênis e adereços.

Personalidades como Donald Trump também aparecem no vídeo, com um letreiro que diz: "Casa dos homens".

Ao todo, 19.819 pessoas deram "deslike" no vídeo e 65.551 deram gostei.

Publicidade

O clip repercutiu em inúmeros países, fazendo com que o vídeo tenha 17.884 comentários, de inúmeras nacionalidades, mas a maioria em árabe. Há muitas críticas, mas também muitos elogios.

O jornal Al – Bilad elogiou o vídeo e ressaltou que a geração de mulheres atual e a que está por vir é muito diferente da anterior. A ex -mulher do príncipe Al-Waleed bin Talal, Amera al-Taweel, compartilhou o vídeo em seu Twitter.

Assista ao polêmico vídeo que está causado reboliço

#Arábia Saudita #Clip polêmico #Mulheres Sauditas