Uma equipe médica posou para um selfie durante uma operação rotineira, na qual, mais tarde, o paciente morreu. A fotografia será usada como evidência durante uma audiência de negligência médica contra vários dos profissionais do hospital onde o registro foi feito, em Perugia, na Itália. Dois médicos posaram para a fotografia na sala de operações com o paciente, identificado como Gino Pucciarelli. O arquiteto de 48 anos acabara de ser operado para curar a apneia do sono. É esse o nome que se dá para quando a pessoa, por segundos, parece perder a respiração enquanto dorme. Puccairelli foi liberado do hospital em 4 de julho, um dia após a operação.

Publicidade
Publicidade

No entanto, ele continuou a sofrer sangramento e foi readmitido novamente no hospital no dia 11 de julho.

Ele morreu de complicações relacionadas com a cirurgia alguns dia depois de voltar ao hospital, no dia 16 de julho. Em conseqüência de sua morte, sua família instruída por advogados, parou para examinar o caso. Agora os promotores querem levar uma acusação de homicídio contra cinco médicos. Isso mesmo. Eles serão acusados de assassinar o arquiteto, pois a cirurgia, desconfia-se, não foi feita com seriedade. O selfie fará parte da evidência necessária contra a equipe médica. Pucciarelli decidiu submeter-se à cirurgia no hospital de Santa Maria da Misericórdia. A unidade hospitalar é uma das mais conhecidas da Itália.

A vítima escolheu o hospital, pois no passado tinha sido tratada com sucesso na facilidade para uma outra circunstância.

Publicidade

A apneia do sono é uma interrupção regular da respiração durante o sono, que é causada por uma variedade de irregularidades anatômicas. Ela, geralmente, é tratada com cirurgia somente após o uso de remédios menos invasivos que venham a falhar. De acordo com o site do 'Daily Mail', que noticiou o caso, o tipo de cirurgia realizada no paciente varia de acordo com a causa exata da condição dele.

Na sua opinião, a família do morto está certa em processar os médicos pela morte de seu ente querido? Deixe seu comentário. Ele é sempre muito importante para todos nós. #Crime