O que era para ser uma simples cirurgia de ligadura de trompas (laqueadura), afim de tornar Hubei Wuxue estéril, impossibilitando-a de engravidar, em 1971, resulta em erro médico, cujo efeito colateral é sentido até os dias atuais.

Além da incapacidade em gerar filhos, há 20 anos Wuxue, que hoje tem 80, também tem de aprender a conviver com os intestinos fora do corpo.

Segundo o jornal britânico Daily Mirror, de terça-feira (10), desde os 60 anos Hubei faz uso de um pote plástico, onde os intestinos delgado e grosso são armazenados e cobertos por sacola plástica comum.

O tamanho dos dois órgãos, responsáveis pela absorção dos nutrientes (delgado) e pela digestão (grosso), guardados pela mulher num utensílio caseiro, varia de 5 a 8 metros de comprimento.

Publicidade
Publicidade

Segundo o Mirror, que não informa o país onde Wuxue vive – pela nome e característica física é provável que seja na China -, apesar da grotesca cena dos intestinos expostos causar sentimento de repulsa a qualquer pessoa, a vítima se mostra resignada à atual condição.

De alguma forma, ela os mantêm discretamente escondidos em volta da cintura e vive “normalmente” durante todo esse tempo.

Embora existam procedimentos cirúrgicos para repor os órgãos de volta ao corpo, a idosa, de baixa renda, não tem como pagar tratamento médico corretivo.

Ainda que não haja detalhes sobre o hospital ou a equipe médica encarregada da laqueadura que resultou na lamentável situação em que Hubei Wuxue se encontra, familiares suspeitam de feridas internas, decorrentes de erro médico durante o procedimento, resultarem na atual circunstância da idosa.

Publicidade

No vídeo postado no Youtube, a asiática, tranquilamente sentada numa cadeira, expõe a “buchada”, inicialmente camuflada entre as roupas.

Na sequência, levanta a blusa e exibe os intestinos guardados num recipiente plástico e envoltos em uma sacola vermelha.

A gravação abaixo evidencia imagens explícitas dos intestinos da vítima. Não recomendamos que indivíduos sensíveis ou crianças assistam a filmagem.

Contudo, se quiser ir adiante, lembre-se: você foi alertado.

#Curiosidades #Viral #Medicina