Liberty Maguire tem apenas oito meses mas sua vida poderá não se prolongar por muito mais. A menina nasceu com um grave problema de fígado e sua vida tem sido passada no hospital, procurando por um tratamento milagroso. Depois de vários meses de luta, os #pais, Shannon Maguire, de 22 anos, e Grant Dillon, 23, foram avisados pelos médicos que a menina não deverá resistir mais do que uma semana, a menos que ela encontre um dador. A família está desesperada e existe até uma angariação de fundos, tentando apoiar essa família de Gloucester, no País de Gales.

Família aguarda novo transplante

No mês passado, essa família ganhou alguma esperança, quando a menina recebeu um transplante de fígado.

Publicidade
Publicidade

Depois de todos os diagnósticos e prognósticos, os pais acreditavam que finalmente a sua filha ia se curar e eles poderiam levar a menina para casa e viverem felizes, como sempre sonharam. Porém, o sonho durou pouco e o corpo da bebê rapidamente começou rejeitando o órgão transplantado. O corpo da menina não aceitou o novo fígado e, pior do que isso, a cirurgia teria "envenenado" a bebêzinha.

Seu estado de saúde se agravou mais ainda e Liberty ficou ainda pior do que estava antes de receber o transplante, entrando em coma. Agora, estão vivendo a eminência da falência dos outros órgãos e os médicos avisaram que, dificilmente, a bebê resistirá mais do que uma semana.

A salvação da menina passa por um novo transplante, de um fígado que seja compatível, e se aguardando que Liberty o possa aceitar.

Publicidade

É essa a única esperança desses pais que estão vivendo uma enorme luta contra o tempo.

Amiga faz campanha de angariação de fundos

Uma amiga da família de Liberty, Jackie Deeley, de 29 anos, começou uma campanha para angariação de fundos, para apoiar financeiramente esses pais que têm mais duas filhas. Com todo seu tempo sendo dispensado com Liberty, Dekota, de 4 anos, e Denlie, de dois, estão ficando para trás, na vida desses pais, e as carências se acumulam. Os amigos gostavam que eles tivessem um maior conforto econômico, para cuidarem das duas filhas maiorzinhas.

"Você pode ver por sua coloração que ela é uma menina muito doente, mas ela ainda sorri o tempo todo e é tão feliz. Ela é uma pequena lutadora", disse Jackie Deeley.

A página para ajudar a pequena Liberty é a seguinte: https://www.gofundme.com/7s-love-for-liberty #Doença #Bebês