Um polêmico grupo privado do Facebook, na Suécia, está sob investigação policial, depois três indivíduos – possivelmente imigrantes – transmitirem cenas de abuso sexual contra uma mulher, 31 anos, num apartamento situado na cidade de Uppsala.

As imagens exibidas em tempo real para os membros do grupo, além de serem ironizadas por muitos usuários, causaram repulsa em Josefine Lundgren, 21 anos.

Ela foi a responsável por alertar as autoridades sobre o crime em curso. De acordo com informações do jornal local Expressen, os três indivíduos presos sob suspeita de estupro agravado, têm 25 anos, 21 anos e 20 anos.

Na ocasião, enquanto o grotesco episódio era exposto na rede social, vários homens que acompanhavam o crime riam e escreviam comentários depreciativos para a garota, subjugada pelos estupradores.

Publicidade
Publicidade

"Três contra um hahaha", comentou uma testemunha.

No vídeo, publicado ontem (23), no Youtube, é possível observar um dos agressores se filmando com o celular. O rapaz, de pele morena, parece se gabar perante os usuários do grupo.

Contudo, pouco tempo depois a polícia chegou ao local e salvou a moça. No entanto, segundo Josefine, o homem também gravou partes da violação sofrida pela vítima, cujo nome não foi revelado.

"Ele tirou a roupa dela e se deitou em cima dela", declarou ao periódico da Suécia.

Porém, outro internauta que acompanhou os criminosos em ação, disse ao Expressen, ter pensado que as imagens eram uma pegadinha.

"Primeiro achei que era uma piada mal orquestrada", comentou.

Ainda que a polícia não tenha revelado a origem dos imigrantes, comentários no Youtube e em outros jornais afirmam que os marginais são árabes refugiados.

Publicidade

“Hahahahahahaha... malditos imigrantes... Suécia costumava ser o céu na Terra, meu coração sangra com o que está acontecendo neste belo país agora”, opinou a Youtuber Lakshya kapila.

Até o momento, autoridades ainda não explicaram se os agressores foram convidados ao apartamento da vítima, que aparentava estar inconsciente durante a violação, ou se eles invadiram o local.

Todavia, a polícia regional começou uma investigação na cena do crime.

#Curiosidades #Viral #Internet