A #Justiça norte-americana resolveu recentemente reabrir o caso que envolve os e-mails da ex-candidata à presidência Hillary Clinton. Desta vez, no intuito de investigar o gerenciamento do dossiê feito na época pelo FBI.

O principal motivo são os anúncios incoerentes e contraditórios do diretor da agência de informações, James Comey, sobre esse inquérito que foi aberto a respeito da então candidata democrata na época de sua candidatura à presidência dos Estados Unidos.

O diretor do FBI teria anunciado a reabertura do inquérito contra Hillary Clinton no final do mês de outubro, quando ela estava em campanha eleitoral, porém voltou atrás da decisão a 48 horas da apuração dos votos.

Publicidade
Publicidade

Hillary, na primeira investigação, já havia sido absolvida das acusações ou suspeitas de ter utilizado uma conta pessoal de correio eletrônico para receber informações privilegiadas durante o mandato como secretária de Estado.

A nova investigação foi reaberta para averiguar se a elaboração do caso teve motivação política para prejudicar a mais forte candidata contra Donald Trump, pois essas interferências feitas pelo FBI acabaram afetando diretamente a campanha política de Clinton.

Um caso que não tem fim

Essa nova busca será liderada pelos inspetores do Departamento de Justiça americano, que ficarão responsáveis por encontrar possíveis falhas e abusos nos serviços judiciais.

Um exame mais apurado vai incluir também outros casos reais de interferências dos serviços secretos e do FBI nas campanhas para presidente dos Estados Unidos, que aconteceram em novembro do ano passado.

Publicidade

Até o presente momento, essa investigação não possui data específica para mostrar alguma solução, pois vários dossiês serão detalhados pelo Departamento de Justiça americano, o que poderá gerar novas polêmicas sobre a presidência dos Estados Unidos.

O candidato eleito, Donald Trump, assumirá a Casa Branca no próximo dia 20. Até lá Trump continuará respondendo a várias polêmicas usando suas redes sociais, como fez na manhã de hoje. No Twitter, ele postou: "O que o pessoal de Hillary Clinton está reclamando sobre o F.B.I. Baseado na informação que eles tinham, ela nunca deveria ter sido autorizada a se candidatar - totalmente culpada. Eles foram MUITO legais com ela. Ela perdeu porque fez campanha nos estados errados - sem entusiasmo!"

#Polêmica #EUA