Atlanta Hammond, de 21 anos, foi atacada, violentada e chantageada por um namorado, em um pesadelo que se prolongou por dois longos anos. Mãe solteira, a jovem acabou cedendo aos encantos de um bondoso Halil Cetinkayali, de 30 anos. Quando se conheceram, ele era simpático com ela e até fazia planos com o filho de Atlanta e a sua filha, que passava os finais de semana com o pai. Tudo parecia perfeito para a jovem mãe solteira, até que começou o ciúme, as agressões físicas e psicológicas, que terminaram quando ela ganhou coragem e o acusou para a justiça de Essex, na Inglaterra.

Halil, supostamente muçulmano, não se apresentou para Atlanta com seu nome verdadeiro, até porque quando ela pesquisou seu verdadeiro nome na Internet, descobriu um passado ligado ao crime.

Publicidade
Publicidade

Nesse momento, já era tarde demais e ela já estava muito envolvida com ele, e já estava difícil para ela deixá-lo, apesar de ter feito várias tentativas.

Se no início tudo parecia perfeito, Halil começou se revelando e, pouco a pouco, foi tomando conta da vida da jovem namorada, que foi ficando sem saídas. Ele forçou a jovem a deixar o seu emprego, porque tinha ciúme. Também não permitia que ela falasse com amigos homens e, com o passar do tempo, ele apenas permitia que ela falasse com a mãe. Para isso, ela tinha que colocar corretivo, que ele mesmo comprava, para ela disfarçar as marcas que ia ficando com as suas agressões.

De sempre que ela tentou deixá-lo ficar, ele voltava sempre implorando e dizendo que a amava. Durava pouco sua resistência, e ele retomava com os maus tratos de sempre.

Publicidade

Até um dia, em que ele a começou chantageando com um vídeo sexual que tinha feito, enquanto a estuprava. Alegadamente, o homem tinha filmado um momento de #Estupro e ameaçou colocar as imagens na Internet, para todo mundo ver.

Com essa #chantagem e com várias marcas de agressões, ela contou com a ajuda dos vizinhos, que chamaram a polícia quando a viram fugindo dele.

Halil foi preso e Atlanta levada para o hospital onde ela disse tudo para os policiais, descrevendo como Halil a havia assediado, atormentado, espancado, esfaqueado, estuprado e filmado sem consentimento.

O homem foi condenado 19 anos e oito meses de prisão e Atlanta pode finalmente seguir com sua vida. #Namoro