Ezmae Catley encantou o mundo, depois de sua mãe ter pedido para que o máximo de estranhos lhe pudessem enviar cartões pelo Natal. Depois de seu sonho ser cumprido e ter recebido mais de 200 cartões de pessoas de todo o mundo, a menina de quatro anos, que era doente terminal, acabou perdendo a sua vida na manhã desta terça-feira, dia 3 de janeiro, depois de ter dado entrada no hospital, poucas horas antes do Réveillon. Ezmae sofria de várias condições médicas complexas, incluindo danos cerebrais, distonia, paralisia cerebral e uma desordem genética não diagnosticada. A #menina não resistiu o início deste 2017 e a notícia de sua perda está viralizando um pouco por todo o mundo, depois de sua história ter ficado conhecida em novembro de 2016.

Publicidade
Publicidade

O estado de saúde da criança estava se agravando a cada dia, e ela estava já recebendo cuidados paliativos de fim de vida. Estava tomando 50 medicamentos por dia e era incapaz de se comunicar, passando seus dias conectada a tubos de oxigênio e alimentação.

Os #pais da menina, Claire e David Catley tinham pedido para quem pudesse, que enviasse cartões de Natal, para que a menina ainda os recebesse. A verdade é que foram muitas as pessoas que se apaixonaram pela história de luta de Ezmae, conhecida por 'princesa' entre os amigos e família, e que enviaram os cartões.

A mãe, natural de Minster, Kent, na Inglaterra, ainda compartilhou imagens no Facebook, lendo os cartões junto com a menina, que parecia cada vez mais fragilizada nas fotos. Nesta quarta-feira, foi anunciada a triste partida da menina, depois de ter ficado quatro dias internada no hospital.

Publicidade

Amigos e família estão agora reunidos, tentando fazer o funeral para a menina. Para isso, existe até já uma angariação de fundos decorrendo, que já reuniu mais de três mil libras. O objetivo é reunir cinco mil, para fazerem um funeral digno de uma 'princesa'.

Essa não é a primeira vez que os amigos se unem na dor dessa família. Já em 2015, através da página Gofundme.com, foi possível a essa família garantir o dinheiro suficiente para levarem Ezmae na Disney, em Paris, esse que era um sonho da criança, que assim pode ser realizado.

#Doente terminal