Na noite desta última terça-feira (10), a jovem britânica Carla May Wainwright, de 19 anos, publicou nas redes sociais os momentos de pânico vividos por ela ao ser assediada por um taxista na cidade de Doncaster, Ingraterra. A garota quis relatar o caso para alertar outras jovens que possivelmente terão que usar o serviço de taxi na cidade. Carla, que é esteticista, disse ter entrado no veículo para uma corrida curta, e que inicialmente o motorista foi bastante cordial com ela, até que a mesma dissesse que profissão exercia. O abusador inicialmente perguntou à jovem como ela estava e trocou algumas palavras para passar o tempo, até que chegou o momento em que questionou a ela sobre seu trabalho e achou que poderia conseguir ‘algo a mais’ dela devido à sua profissão.

Publicidade
Publicidade

O homem chegou a dizer a ela que pagaria uma quantia de cerca de sessenta libras, caso a mesma se dispusesse a fazer sexo oral nele. O valor que chega a quase duzentos reais, ela receberia imediatamente e segundo ele, de maneira ‘bem fácil e rápida’. Percebendo que situação começou a fugir do controle, ela tentou sair do carro enquanto ele ainda percorria as ruas do pequeno município. No entanto a porta do veículo estava trancada e ela viveu momentos de terror diante da iminência de ser violentada. Depois de alguns minutos em que Carla implorou para ser deixada, o homem abriu a porta do taxi.

A jovem fez um registro de boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia de South Yourkshire do município e espera que os policiais investiguem o caso. A ideia de compartilhar sua história nas redes sociais é para que outras meninas não passem pelo mesmo que ela passou.

Publicidade

A situação atual está crítica e inúmeras garotas sofrem algum tipo de abuso diariamente. Diante da acusação e do relato várias garotas comentaram o que Carla viveu, e também compartilharam suas histórias, em pouco tempo o post tinha atingido cerca de quatro mil compartilhamentos. Apesar de ter feito um registro contra o homem, a jovem viu o mesmo ainda trabalhando no taxi e parado em frente a um bar, onde atendia algumas pessoas. Isso mostra que esses criminosos continuam à solta e que as mulheres precisam estar sempre atentas. No Brasil a situação não é muito diferente, os relatos e as denúncias de assédio e abuso em ambientes públicos e privados é enorme todos os dias.

#Crime #Investigação Criminal