Em Washington, um homem colocou fogo no próprio corpo durante um protesto contra a posse do presidente Donald Trump. Tal fato ocorreu do lado de fora do hotel Trump International, na terça-feira (17).

A condição e identidade do homem são desconhecidas.. O homem afirmou ser da Califórnia e disse que ateou fogo em si mesmo para protestar contra o presidente eleito dos Estados Unidos, #Donald Trump.

Ele não concorda com as ações de Trump e afirmou que o empresário é incapaz de respeitar a Constituição dos Estados Unidos.

A “NBC News” mostrou algumas roupas em “chamas” no meio da rua.

Desde que Trump venceu as eleições, os protestos começaram a acontecer.

Publicidade
Publicidade

No dia 14 de janeiro, cerca de 2 mil pessoas protestaram contra a retórica xenófoba e as políticas migratórias que serão adotadas pelo presidente eleito dos Estados Unidos. Eles também protestaram contra alguns nomeados pelo republicado para formar a bancada do governo.

Esse protesto foi uma ação conjunta e a convocação foi feita em mais de 50 cidades do país. As convocações foram feitas por organizações que defendem os imigrantes e direitos civis. Em protesto contra o presidente eleito, os manifestantes percorreram as principais ruas da capital.

Em uma ofensiva e dura campanha eleitoral, Trump se comprometeu em adotar medidas de deportação em massa, porém, os órgãos que defendem os imigrantes ainda não legalizados se uniram para mostrar seu papel na sociedade.

Eles afirmaram que estão lá para proteger os imigrantes e suas comunidades, que muitos contribuíram para o crescimento do país norte-americano.

Publicidade

A proteção aos jovens imigrantes ilegais está entre as principais reivindicações.

Cristina Jiménez, co-fundadora da organização United We Dream, afirmou que está se sentindo muito orgulhosa com o apoio aos protestos.

Ela ainda fez vários elogios as pessoas que se referiu como “pessoas de consciência e compaixão”, que desejam proteger milhões de imigrantes e refugiados.

Segundo ela, os imigrantes ilegais e refugiados são pessoas que Trump, durante sua campanha eleitoral, prometeu atacar. #Homem coloca foto no próprio corpo