Um homem foi encontrado morto em um quarto de hotel da Nigéria. Quando foi revelada a tragédia, o homem estaria ainda com o pênis ereto, e teria sido essa a causa de sua morte. Alegadamente, o homem, que teria por volta de 30 anos, tinha tomado uma droga sexual para melhorar seu desempenho com a nova namorada. Porém, a droga teria sido excessiva e foi essa overdose que o acabou matando, uma vez que o homem teria passado algumas horas com o pênis ereto, sem conseguir ejacular, o que teria sido fatal.

O homem, que está sendo identificado como Samson, era casado e tinha três filhos. De acordo com os relatos da imprensa, ele estava vivendo uma aventura extraconjugal.

Publicidade
Publicidade

Antes desse encontro trágico, que aconteceu em um hotel, no estado de Delta, na Nigéria, o homem tinha se reunido com outros homens, e esteve tomando umas cervejas. Alegadamente, ele nem seria muito de beber, mas nesse final de dia, ele teria abusado um pouco da bebida, e esteve contando sobre seu feito.

De acordo com uma testemunha, Samson teria contado que ia ter uma noite maravilhosa de #sexo, com uma garota de quem andava correndo atrás há três meses. Depois de consumada sua conquista, ele teria agendado o encontro nesse hotel e para se precaver, ele seguiu o conselho de um amigo e tomou uma droga sexual, para melhorar seu desempenho sexual.

A droga é uma semelhante ao viagra e que serve para deixar o órgão sexual masculino ativo por mais tempo. Seria esse o objetivo dele, naquela que seria a primeira noite de amor com a nova namorada.

Publicidade

Porém, ele teria ficado em atividade sexual com ela durante um bom tempo, mas sem conseguir ejacular. O que aconteceu foi uma overdose da droga sexual, e Samson ficou sempre com o pênis ereto, situação que ainda se verificava quando ele foi encontrado, já sem vida.

A amante teria fugido assim que ele morreu. Ele foi encontrado na cama do hotel e o seu corpo foi levado pela polícia. O corpo de Samson está no necrotério da estação de polícia de Ugborikoro, onde se aguarda pela decisão da família, pois até ao momento ninguém apareceu para reclamar o corpo e se desconhece ainda se a família vai ou não fazer um funeral digno para o homem. #ereção #África