Uma situação extremamente incomum e inusitada ocorreu nos Estados Unidos da América. Um casal que costumava "brigar" sempre, através de discussões ásperas, foi tornando cada vez mais difícil o convívio familiar entre ambos. A situação de "desespero" chegou a tão ponto, que o norte-americano Lawrence Ripple, decidiu tentar "colocar um fim" no relacionamento com sua esposa Dido. Muitos casais acabam por terminar seus relacionamentos, através de um "acordo mútuo", principalmente quando se têm filhos, ou mesmo através da própria Justiça, sem contar aqueles casos em que resultam em situação de violência e criminalidade. Entretanto, Ripple acreditava ter um plano, uma "ideia mirabolante" para que sua situação fosse resolvida.

Publicidade
Publicidade

Provável prisão

Certo dia, Lawrence Ripple percebeu que algo não ia realmente bem no relacionamento com a esposa e acreditou que um fato foi a "gota d´água". O norte-americano e sua esposa tiveram uma discussão muito dura, devido a um máquina de lavar, que Ripple não havia consertado, conforme pedido da esposa. Ele então, furioso, gritou com ela e afirmou que que "preferia estar na prisão do que em sua casa". Ele tinha decidido assaltar a um banco. De acordo com as investigações do FBI, a polícia investigativa dos Estados Unidos, Lawrence Ripple entrou no Bank of Labor,no último dia 02 de setembro. Entregou à uma funcionária da instituição financeira, um bilhete contendo a seguinte frase: "tenho uma arma, me dê o dinheiro" . A funcionária do banco então, de modo imediato, lhe deu a quantia de US$ 3 mil, o que equivale à aproximadamente R$ 9.500 mil em espécie.

Publicidade

A ação do #roubo foi ainda mais surpreendente porque Ripple resolveu se sentar em um banco na entrada da agência e aguardar a chegada da polícia. Ele então afirmou ao encontrar um vigilante: "Sou eu quem você está procurando". Ele foi então, preso e ao ser indagado pelos policiais, sem oferecer qualquer tipo de resistência. Ele apenas disse que "não queria mais viver naquela situação", em alusão à preferência de estar preso do que em casa no convívio com a esposa. O americano de Kansas City, preso na cidade de Leavenworth, no estado de Washington, acusado de roubo a banco, pode ser sentenciado a cerca de 20 anos de cadeia. #Casamento #EUA