Sonali Mikheriee ficou conhecida em todo o mundo por ser uma brava vítima de ataque com ácido, cuja ação "derreteu" seu rosto. O ataque aconteceu quando um pretendente entrou em seu quarto e derramou produtos químicos em seus olhos. Muitos anos após o episódio, a menina cresceu e superou a intempérie. Ela deu à luz uma menina saudável, como mostram matérias da mídia internacional. Sonali Mukherjee, de 31 anos, perdeu sua audição e visão quando o homem invadiu seu quarto. Além dele, dois amigos lhe molharam o rosto com um produto químico usado para queimar ferrugem de ferramentas.

No entanto, quatorze anos depois daquela noite terrível, que deixou oitenta por cento de seu corpo coberto de queimaduras, Sonali não pode parar de rir por conta de sua bela filha recém nascida.

Publicidade
Publicidade

Ela chama a menina amorosamente 'Pari' - ou Angel. "Ser mãe é realmente uma sensação incrível e no momento em que toquei em seu rosto fiquei dominada por emoções", disse Sonali ao MailOnline. "Eu tenho o meu rosto de volta quando a amamento. É como se isso fosse o meu renascimento", disse a mulher após passar pelo tormento inacreditável em sua vida.

"Embora eu não consiga ver seu rosto eu posso senti-la, isso é apenas uma sensação incrível. Não posso expressar minha alegria. Todo mundo está dizendo que ela se parece comigo. Ela é saudável e um pouco desobediente ", acrescentou ela de sua cama de hospital em Dhanbad, no estado de Jharkhand.

Sonali, de Jharkhand, no norte da Índia, era uma estudante universitária de 17 anos com um futuro brilhante, quando foi deixada com cicatrizes para a vida inteira, em 2002.

Publicidade

Seus três atacantes - Tapas Mitra, Sanjay Paswan e Bhrahmadev Hajra - foram sentenciados a nove anos de prisão. Ela sofreu 28 cirurgias reconstrutivas nos últimos 14 anos e, em seu momento mais difícil, solicitou ordem para os médicos cometerem a eutanásia e escreveu uma carta ao governo indiano ameaçando cometer suicídio se ela não recebesse o auxílio estatal. Ela disse na época: "Eu era uma mulher bonita e confiante. Mas minha beleza se tornou minha maldição". #Crime