Mais um vídeo filmado pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI), choca o mundo.

Desta vez, uma criança aparentando ter menos de quatro anos, aparece executando um prisioneiro a tiros. A imagem aterrorizante foi divulgada neste ultimo domingo, segundo informações do jornal britânico "Daily Mail”.

Acredita-se que o vídeo tenha sido gravado no Iraque por membros da organização jihadista. No local, existe uma intensa disputa entre o governo local e a organização terrorista.

Na imagem, é possível ver a criança na companhia de um homem se aproximar do jovem que se encontra preso e de posse de uma arma tipo pistola, e efetuar um disparo na cabeça dele.

Publicidade
Publicidade

A gravação assustadora foi compartilhada por um grupo ativista em uma rede social na intenção de denunciar as barbáries praticadas pela organização jihadista.

Faz parte do planejamento estratégico do EI, o uso dos “filhotes do califado”, no caso crianças, para assassinar os inimigos durante o combate nas frentes de batalha.

Normalmente, os meninos aprendem táticas de guerra e a usar os armamentos ainda bem crianças, quase que ainda bebês.

As agências de noticias apontam que o grupo Jihadista vem perdendo território desde o ano 2014. Mas nem isso fez com que as mortes tenham diminuído, já que os insurgentes continuam realizando seus massacres na região.

O relatório anual sobre a relação dos grupos terroristas, divulgado pela América do Norte aponta que o Estado Islâmico tem ganhado mais força que a AL-Qaeda, se tornado um dos grupos mais temidos do mundo.

Publicidade

O documento destaca o fato do poder de recrutamento e divulgação de seus atos pelo grupo jihadista

O que significa jihad?

A maneira que a palavra “jihad” vem sendo utilizada por alguns políticos e órgãos da imprensa nem sempre é da forma correta. Segundo a BBC, a palavra tem o significado de “esforço” ou “luta. E em Islã pode ter o significado de luta interior de um ser contra seus instintos básicos, o verdadeiro esforço contra os infiéis à crença muçulmana.

Os #Jihadistas acreditam que a luta violenta é necessária para vencer seus obstáculos e restaurar a lei de Deus na Terra. #Islã #Terrorismo