Duas crianças gêmeas de 2 anos brincam em seu quarto quando resolvem escalar uma cômoda. De repente, o móvel vira em cima dos dois e um deles não consegue sair. O outro irmãozinho observa por várias vezes o móvel em cima de seu irmão e procura por uma maneira de ajudar. Ele sobe na cômoda. Tenta levantar. Tenta empurrar. Continua observando. Até que consegue remover a cômoda. Em nenhum momento a criança demonstra parar de tentar. Ele busca a todo custo salvar o irmão. Não chama seus pais, nem entra em desespero. Sua preocupação é salvar seu companheiro de escalada.

Momento do socorro

As imagens mostradas no vídeo foram feitas por uma babá eletrônica.

Publicidade
Publicidade

Os pais resolveram publicar, mesmo com receio de repreensão, como uma forma de aviso para que tenhamos mais cuidados com nossos pequenos escaladores. As crianças do vídeo não se machucaram, mas a notícia poderia ser diferente. Nas imagens é possível ver o processo da queda e a forma com que o bebê é salvo pelo irmão. A confiança entre os dois é impressionante. É possível ver a brincadeira deles, mas o móvel não aguenta o peso e acaba virando em cima dos dois. Um deles consegue sair facilmente, enquanto o outro fica se debatendo para sair da situação.

Ao ser questionado sobre a filmagem, os pais declararam que "mesmo com o acidente ocorrido. seus filhos estavam em segurança e sem risco de fatalidade".

Acidentes como esse são muito comuns de ocorrer, por isso, cuidado redobrado com as crianças e a forma com que montamos nossos móveis em casa.

Publicidade

Do mesmo modo que eles subiram na gaveta da cômoda, poderiam ter entrado em um eletrodoméstico e o socorro seria mais difícil. Nesse período de férias, quando a energia da criançada parece aumentar, nossos olhos devem estar mais atentos as brincadeiras e comportamento das crianças. Um adulto sempre por perto é uma das melhores formas de prevenir acidentes. As crianças têm o dom de encontrar brincadeiras perigosas. Um minuto de descuido e as brincadeiras podem ser chamadas de tragédia.

Esse caso aconteceu nos #Estados Unidos e o vídeo foi publicado no último dia (1º) pelos pais dos gêmeos.

#Haja Coração #Bebês