Uma garota de 14 anos transmitiu sua própria morte ao vivo pela internet, direto de sua casa.

Nakia Venant foi encontrada enforcada em seu banheiro, em Miami, depois que amigos disseram à polícia sobre a transmissão online.

O departamento de crianças e famílias da Flórida confirmou que administradores de assistência à infância e policiais estavam investigando o suposto #Suicídio de uma criança "sob os cuidados de uma família adotiva", mas não ofereceu mais detalhes.

"Estamos absolutamente horrorizados e devastados pela notícia da morte desta jovem", disse Mike Carroll, secretário do departamento, em um comunicado.

Pals disse que a adolescente havia transmitido sua morte no 'Facebook Live', às 3h da manhã de segunda-feira.

Publicidade
Publicidade

Uma amiga disse que viu a 'Live' e chamou a polícia, que foi até sua casa. Ela então lhes deu o endereço de onde a menina morava, os seus pais adotivos estavam dormindo.

Os policiais encontraram Nakia pendurada e tentaram reanimá-la, mas ela foi declarada morta pouco tempo depois no hospital.

"Nakia era inteligente academicamente, adorava sorrir e tinha muito carisma", disse Gerta Telfort, uma amiga da família. Ela disse que Nakia era a primeira filha de sua mãe e que sonhara escrever um livro sobre sua vida.

O departamento de crianças e famílias da Flórida prometeu uma revisão "abrangente" para examinar a história da criança. Carroll disse que sua agência estava trabalhando com a polícia de Miami na investigação.

O Facebook disse que não poderia confirmar que Nakia tinha transmitido sua morte através do 'Facebook Live'.

Publicidade

A porta-voz Christine Chen acrescentou: "Nossos padrões comunitários regulam os tipos de conteúdo que podem ser compartilhados no Facebook. Nossas equipes trabalham 24 horas por dia para analisar o conteúdo que está sendo transmitido pelos usuários, e temos sistemas implementados para garantir que o conteúdo seja observado rapidamente.”

"A grande maioria das pessoas usa o 'Facebook Live' para se reunir e compartilhar experiências do momento com seus amigos e familiares. Mas se alguém violar nossos padrões comunitários ao usar o 'Live', iremos interromper o mais rápido possível quando eles forem relatados para nós. Então nós demos às pessoas uma maneira de denunciar as violações durante uma transmissão ao vivo. Também sugerimos que as pessoas entrem em contato com os serviços de emergência se eles se tornam conscientes de algo onde as autoridades possam ajudar.”

Não é a primeira vez que uma pessoa transmite o próprio suicídio pelo Facebook, o caso mais recente foi de uma menina de 12 anos que se suicidou na frente de sua casa. #Tragédia