O #Crime em Caracas parece não ter fim, sobretudo para os empresários que estão tendo sucesso na #Venezuela. Tal como informa o jornal “Correio da Manhã”, um imigrante português chamado Jaime Nogueira, de 56 anos, foi encontrado morto dentro da sua casa com as mãos atadas. As autoridades descobriram o corpo depois dos vizinhos terem reparado que a porta de casa estava aberta e, quando gritavam para dentro, ninguém estava respondendo. As autoridades locais acreditam que o empresário português foi assassinado durante um assalto realizado por uma ou duas pessoas. Os responsáveis ainda não foram descobertos.

Apesar de existir cada vez mais policiais nas ruas de Caracas, a verdade é que muitos imigrantes continuam sendo vítimas de crimes e assassinatos macabros.

Publicidade
Publicidade

Se vários imigrantes brasileiros conseguiram ter sucesso e depois foram vítimas de assaltos e crimes horrendos, a verdade é que a comunidade imigrante portuguesa na Venezuela também tem sido um alvo recorrente dos criminosos em Caracas.

Muitas vezes com crimes que são planejados e com seus alvos bem definidos, normalmente empresários que demonstram ter alguma capacidade financeira, muitos criminosos conseguem escapar sem serem mais tarde presos pelas autoridades. Foi precisamente isso que aconteceu com o imigrante Jaime Nogueira, que, segundo as autoridades, teria chegado a casa durante a hora do almoço e sido surpreendido pela presença de assaltantes na sua casa, tendo depois sido atado e assassinado no local.

Como garante o site do jornal “Correio da Manhã”, o crime foi descoberto de uma forma muito rápida, pois a porta de casa da vítima estava aberta, permitindo que os vizinhos rapidamente percebessem que algo não estava bem.

Publicidade

Ainda assim, as autoridades não sabem quem são os responsáveis, nem mesmo quantos eram, pelo que, tal como já aconteceu várias vezes, o crime será dificilmente resolvido nos próximos tempos. Nas redes sociais, muitos portugueses, mas também brasileiros, rezam pela família da vítima, garantindo que Venezuela é cada vez mais perigosa para os imigrantes e que os crimes não param de aumentar. #Investigação Criminal