Uma jovem foi flagrada tentando carregar uma adolescente Africana escondida em sua bagagem de mão, enquanto entrava na #Espanha. Autoridades pararam a moça de 22 anos na semana passada na fronteira de Ceuta, um dos dois territórios da Espanha no norte do continente Africano. Ceuta faz divisa com o #Marrocos.

Um rapaz de 19 anos vindo do Gabão foi encontrado escondido dentro da bagagem da mulher. Quando foi descoberto, o jovem imigrante recebeu atendimento médico imediatamente, devido à falta de oxigênio dentro da bagagem onde estava. Segundo informações da guarda civil Espanhola, a bagagem era compacta, por isso também a diminuição de oxigênio dentro dela.

Publicidade
Publicidade

Os oficiais que fazem o controle da fronteira suspeitaram da mulher depois de perceberem que mala estava sendo levada em cima de um carrinho. Os responsáveis pela fiscalização disseram que a moça apresentou atitudes evasivas enquanto passava pelo controle e se mostrou nervosa ao falar com os agentes.

Ceuta, juntamente com a província de Melilla, localizada ao leste, são os únicos terrítórios Europeus que tem fronteira direta com o continente Africano. As duas enclaves são conhecidas pelo alto tráfego de imigrantes da África Sub-Saariana, que tentam adentrar em território Europeu.

Essa criativa e perigosa forma de se esconder é uma de várias tentaivas desesperadas de entrada ilegal no território que a guarda civil espanhola tem presenciado desde a última semana na divisa de Ceuta.

Dois imigrantes, um homem e uma mulher, vindos da Guinea, também foram resgatados na segunda-feira, depois que as autoridades os acharam escondidos no porta-malas e no banco de trás de um carro.

Publicidade

Foi o que oficiais espanhóis informaram à rede de notícias CNN. Os imigrantes tinham 20 e 24 anos respectivamente. O Marroquino que estava dirigindo o carro, um modelo Golf da Volkswagen, foi preso. O veículo havia sido roubado em Barcelona no ano de 2015 e estava andando com placa e documentos falsos do Marrocos.

Nesse período, ao menos 800 imigrantes Africanos invadiram a cerca que separa Ceuta do Marrocos durante o Ano Novo. Estas informações foram dadas pelos governos do Marrocos e de Ceuta à agência Reuters. A maior parte das pessoas foram impedidas de invadir o território Espanhol. Uma grande parte dos "invasores" escalaram a cerca de seis metros e foram ajudados a descer por um guindaste. Oficiais Marroquinos e Espanhois ficaram feridos durante o incidente. #Imigração