A violência acaba com a vida das pessoas envolvidas além da vítima. Em alguns casos, uma família pode ser devastada por inteiro, após ser acometida por um crime. O crescimento da criminalidade revolta e choca cidadãos em todo o mundo. Não somente no Brasil, país conhecido por sua violência exacerbada, mas os EUA também configuram como um país perigoso.

Engana-se quem pense que somente o Brasil tem problemas com sua segurança pública. Nos EUA alguns casos chocam todo o mundo, seja por sua brutalidade ou por seus requintes de crueldade, os crimes nos EUA assemelha-se muitos com os crimes praticados no Brasil.

Os desdobramentos jurídicos também são similares entre os países.

Publicidade
Publicidade

Assim como no Brasil, nos EUA pessoas inocentes podem acabar atrás das grades. Foi isso que aconteceu com um pai desolado por saber que sua filha foi abusada enquanto criança por um ente próximo a família.

Jay Maynor queria vingar os crimes contra sua filha de sua forma. O homem pegou seu revólver e atirou contra um senhor acusado de estuprar sua filha enquanto ela era apenas uma criança.

O homem resolveu vingar o #Crime dez anos após os ataques terem acontecido. Jay foi sentenciado por tentativa de homicídio e pegou 40 anos de prisão por honrar a sua filha.

O suspeito é um homem muito próximo a família, Raymond Earl Brooks. O senhor era considerado avô emprestado da menina pela família. O crime chocou todos que conheciam a pequena, mas quem foi preso como culpado foi seu pai, por ter atirado em um homem.

Publicidade

Jay pegou 40 anos de prisão e uma petição na internet clama por sua liberdade. Moradores do Alabama, nos EUA, decidiram apoiar a saída do homem da cadeia em uma campanha na internet.

A ajuda já surtiu efeito e foram recolhidas mais de seis mil assinaturas. Por ter defendido a filha, Jay acabou se envolvendo com a justiça que o considerou culpado. Os moradores que conhecem a história defendem Jay e querem sua liberdade. O pai foi acusado de atirar contra o estuprador da própria filha, que não resistiu aos ferimentos e morreu.

#Casos de polícia