A norte-americana Allie Dowdle, de 18 anos, foi obrigada a recorrer a um site de doações para pagar a faculdade, após seus pais decidirem parar de bancar seus gastos por namorar um rapaz negro. A jovem criou uma #campanha intitulada de "Ensino da Allie - Diga não ao #Racismo" no dia 11 de janeiro de 2017. Em um texto da campanha publicada em sua página no site GoFundMe, a garota diz que seus pais cortaram suas economias pessoais, o uso de seu telefone e de seu carro.

O intuito da campanha era arrecadar US$ 10 mil, o que convertido em real gira em torno de R$ 32 mil. Porém, em dois dias, Allie Dowdle conseguiu acumular US$ 13 mil, em torno de R$ 41 mil com a campanha.

Publicidade
Publicidade

A jovem, que mora em Memphis, localizada no Sudoeste do Tennessee, afirma que está a procura de emprego para deixar a casa dos pais.

Allie Dowdle namora Michael Swift há cerca de um ano e conta que seu pai não a deu opções, e aos gritos, a impediu de continuar se encontrando com o rapaz por conta da cor da pele. Apesar disso, os dois continuam juntos.

O pai da jovem, Bill Downdle, negou ser racista e disse que não era do seu agrado que Allie namorasse um negro por conta dos problemas na região onde moram em relação aos casais de cor de pele diferentes. Bill ainda insistiu que só interrompeu o relacionamento da filha com Michael Swift porque ela começou a namorar escondido.

No site GoFundMe, internautas se mostraram a favor da jovem. Por exemplo, Jess Williams postou um trecho bíblico localizado em Salmos número 27 e versículo 10 que diz “quando meu pai e minha mãe me abandonarem, então o Senhor cuidará de mim”.

Publicidade

Já Amy Skoba elogiu a atitude de Allie Downdle, afirmando que admira a força da garota em enfrentar a família e lutar pelo amor que existe entre ela e Michael. Por fim, Juliet Hatley ressalta que o mundo precisa de pessoas como Allie.

A campanha foi lançada em 11 de janeiro de 2017, com a previsão de encerramento para o dia 28 de abril de 2017. Até o momento foi arrecadado US$ 28,2 mil, o que equivalem a R$ 91,1 mil. #Preconceito