Uma notícia deixou os amantes de quadrinhos do mundo inteiro em choque: Gerard Jones, 59 anos - um dos mais famosos autores e roteiristas de quadrinhos da Marvel e da DC - foi preso acusado de produção e distribuição de material de pornografia infantil.

Na casa de Gerard, em São Francisco, Estados Unidos, foram apreendidos mais de 600 arquivos com material pedófilo. Alguns dos vídeos mostram crianças de um ano sendo vítimas de abusos sexuais. O escritor ficou famoso por sua participação na produção de HQs de grande sucesso, como Batman, Wolverine, Lanterna Verde, entre outros.

De acordo com o divulgado até o momento, além das acusações de produção e distribuição de pornografia infantil, investigações apontam que Gerard também pode ter abusado de um menor de idade quando viajou para Londres.

Publicidade
Publicidade

O advogado do autor de histórias em quadrinho negou as acusações e ainda deu uma declaração que também está sendo vista com maus olhos. Ele afirmou que Gerard não tem antecedentes criminais e que existe uma grande diferença entre agressores sexuais violentos e seu cliente e é preciso enxergar esta diferença.

Repercussão nas redes sociais

Colegas de profissão de Gerard, como o também autor de histórias em quadrinhos Bill Sienkiewicz, se mostrou escandalizado com a notícia. Ele afirmou em sua rede social que viu Gerard em um evento ou dois e, por essa razão, não pode julgar o caráter do quadrinista preso. Ele revelou ainda que espera que a verdade venha à tona e que, caso seja verdade, ele declarou que Gerard “participou de um ato hediondo, horrível demais até para ser apenas assistido: contribuindo para a total destruição das vidas de inocentes crianças”.

Publicidade

Pedofilia: um crime imperdoável

Nas redes sociais, são muitas as pessoas que fazem questão de dar sua opinião sobre o crime pelo qual Gerard Jones foi preso. Não são poucos os comentários que desejam a morte daqueles que praticam #Estupro contra crianças. Para muitos, esse é um crime imperdoável. No Brasil, qualquer pessoa maior de 18 anos que tenha relações sexuais com menores pode ser acusado de pedófilo. Em casos de menores de 14 anos, mesmo que o sexo tenha sido consensual, o mesmo pode responder por estupro de vulnerável. #Estados Unidos #Pedofilia