No próximo dia 20, Donald Trump toma posse da presidência dos Estados Unidos, e são esperadas várias manifestações nas ruas de Washington, contrárias e favoráveis ao presidente eleito. As diversas agências responsáveis por manter a ordem e a segurança na cerimônia estima um público de 1 milhão de pessoas e a presença de autoridades de todos os cantos do mundo.

Além de tudo que já se poderá esperar em um evento desse porte, ainda se espera um número recorde de manifestações. A agência federal responsável por liberar permissões oficiais para realizações de protestos na capital americana, o Serviço Nacional de Parques, afirma ter aumentado em até 6 vezes, em relação a posses anteriores, o número de permissões realizadas, que chega a 30 neste ano.

Publicidade
Publicidade

Há desde grupos ativistas em defesa da maconha, marcha das mulheres, direitos dos imigrantes, contra guerra, contra o racismo, contra violência policial, e também grupos de motoqueiros, que pretendem demonstrar apoio ao novo presidente. Dentre todas citadas, a maior #Manifestação com certeza será a Marcha das Mulheres, que deve reunir mais de 100 mil pessoas.

A prefeita de Washington, Muriel Bowser, confirmou a presença de pelo menos 3 mil policiais vindos de outras regiões do país, e conta também com 5 mil integrantes da Guarda Nacional, que farão parte do policiamento no local entre as manifestações. O diretor de segurança interna de Washington, Chris Geldart, disse, em entrevista coletiva, que o objetivo é assegurar que todos possam vir, usufruir do seu direito de manifestar, de forma pacífica e dentro da lei (seja qual for o tema da manifestação), e que todos voltem para suas casas em segurança no fim do evento.

Publicidade

Maconha

Os organizadores da manifestação pró-maconha, Nikolas Schille e Adam Eidinger, dizem acreditar que Trump pode fazer o que Obama deixou de fazer: legalizar totalmente a erva.

Mulheres

Segundo as organizadoras da Marcha das Mulheres, a manifestação não se trata de um "protesto anti-Trump", mas da luta em defesa dos direitos das mulheres, justiça social e #Direitos Humanos.

Motoqueiros

Uma das principais manifestações de apoio ao novo presidente deve ser a do grupo de motoqueiros Bikers for Trump, que deve reunir na cerimônia de posse 5 mil integrantes e suas motos, para recepcionar o presidente eleito e buscar uma transição pacífica. #Donald Trump