Sexta-feira (20) aconteceu nos EUA a posse do mais novo presidente #Donald Trump, mas quem chamou a atenção foi sua esposa, ou ainda, a marca que confeccionou o #vestido da Primeira Dama.

No evento, Melania Trump estava com um vestido azul-bebê, sem decotes e com um recorte mais sofisticado, acompanhado de luvas da mesma cor, e brinco de diamantes.

A escolha dividiu opiniões: fashionistas que elogiaram o look da moça, e pessoas que criticaram a marca por terem aceitado vestir Melania na cerimônia de posse de Donald Trump.

A polêmica já começou quando vários estilistas recusaram vestir Melania, dentre eles: Marc Jacobs, Tom Ford e Derek Lam.

Publicidade
Publicidade

Derek Lam se manifestou dizendo: "Prefiro concentrar minha energia em um esforço por um mundo mais justo, honroso e mutuamente respeitoso".

Por outro lado, a marca Ralph Lauren aceitou vesti-lá, mas agora está tendo que lidar com criticas e rejeições de diversas pessoas. No Twitter, a tag #boycottralphlauren (que significa boicote a Raph Lauren) subiu rapidamente, com manifestos de pessoas contra a atitude da marca.

A aceitação da marca em vestir Melania foi interpretada como um apoio da marca a política de Donald Trump, e foram vistos comentários como "... faz de tudo para ganhar uns trocados" (@Fightforliberti).

Vários outras pessoas se manifestaram nas redes sociais alegando que iriam parar de fazer compras da marca, tendo em vista tal atitude.

Por outro lado, várias pessoas defenderam a marca, apoiando o fato de que a roupa não tem ligação alguma com apoiar ou não a politica de Donald Trump, e até elogiaram o bom gosto de Melania em relação a escolha do vestido da posse.

Publicidade

A internet ainda não deixou passar uma coincidência: O look escolhido foi comparado ao de Jacqueline Kennedy Onassis, esposa do 35º presidente dos Estados Unidos, chegando a boatos que Melania quis realmente imitar Jacqueline.

Veja também: Em discurso na CIA, Trump diz estar em guerra com a mídia

Trump ironiza Marcha das Mulheres e alguns manifestantes terão 10 anos de prisão #ralphlauren