Uma fatalidade na cidade de Andijan (Uzbequistão), país situado na Ásia Central, repercute na imprensa internacional e comove pessoas de todas as nações.

Na ocasião, uma jovem mãe, trajada com um longo vestido e lenço na cabeça, ao passear no shooping center com os filhos, um recém-nascido que ela carrega no braço direito, e uma criança maior, que ela segura na mão esquerda, acaba prendendo a roupa na escada rolante.

Nesse instante, a mulher perde o equilíbrio, tropeça em alguns degraus e solta o bebê.

Ao despencar de uma altura equivalente a um edifício de quatro andares (12 metros), o menor não suporta o impacto com o piso de azulejo e morre na hora.

Publicidade
Publicidade

Câmeras de segurança gravaram a horripilante cena.

Apesar de socorristas chegarem ao local do acidente minutos após o acontecido, eles não conseguem ressuscitar o bebê.

Embora a genitora não imaginasse o trágico resultado de um simples momento de lazer ao lado dos filhos, internautas a culpam pela morte do recém-nascido.

Eles avaliam a vestimenta da mulher, uma burca, como inadequada, segundo informações do periódico britânico Daily Mail.

“Use roupas mais práticas”, comenta JDT, do Reino Unido.

Para o internauta de Londres, Inge Jones, a forma como ela carrega a criança demonstra negligência.

“Como é que ela estava segurando seu bebê de qualquer maneira? Eu teria esperado que ambos simplesmente caíssem sobre os degraus”, opina, na seção de comentários do Daily Mail.

Conforme o The Sun, diversos casos de pessoas acidentadas nesse tipo de transporte foram noticiados nos últimos meses.

Publicidade

O periódico cita um fato ocorrido em novembro passado, na China. À época, um bebê caiu do terceiro andar de uma escada rolante, após o avô escorregar nos degraus. A criança, de quatro meses de idade, também morreu.

Até o momento, não há informações sobre defeitos nas escadas do estabelecimento, nem sobre o nome da jovem mãe.

Da próxima vez que você, caro leitor, andar nesses aparelhos, tome cuidado, pois tragédias não anunciadas espreitam em todos os lugares.

Como diria Raul Seixas, na canção Canto Para Minha Morte, para que isso ocorra, basta "um escorregão idiota, num dia de sol, a cabeça no meio-fio...".

#Mídia #Curiosidades #Internet