O embaixador brasileiro que reside nos #EUA tem redigido que a vinda de brasileiros em solo norte-americano será melhorada no governo Trump. Ele acredita que em prazos curtos serão concedidos vistos para quem realiza visitas frequentes ao país, sendo para trabalho ou outros formas de intercâmbio. Entretanto, a isenção de visto para quem queira apenas visitar, provavelmente demorará mais para ser concedida.

Com isso, nota-se que não haverá barreiras para a entrada de imigrantes, pelo contrário, no governo #Trump, pessoas que viajem a negócios ou para intercâmbio terão vistos concedidos em um prazo curto, haja vista que o Brasil tem uma relação diplomática excelente com os EUA.

Publicidade
Publicidade

Concessão de visto americano

Quem faz visitas frequentes terá visto concedido de forma mais rápida, tendo em conta que a pessoa estará a trabalho ou em um programa de intercâmbio, viajar com intenção de trabalho ou estudo é a maneira mais eficaz de conseguir um visto, podendo o visto inclusive ser prolongado.

Destaca-se que as barreiras que o atual presidente pretende impor referem-se a questões comerciais, que têm a ver com importações, que indiretamente afetam a economia. Como o Brasil não é um país que encontra-se na lista de países embargados, não haverá problemas para que brasileiros consigam o visto americano, pelo contrário, existe uma intenção de facilitar o embarque de trabalhadores ou estudantes brasileiros.

O objetivo principal da ação é incluir o Brasil no programa Global Entry, que facilita a entrada de imigrantes, tendo em conta que é um programa de Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP) dos EUA que facilita a liberação rápida de viajantes.

Publicidade

Todavia a isenção de visto para quem visita demorará para ser concedida, tendo como fundamento argumentos do embaixador citado, segundo ele o Brasil encontra-se em um período de crise, fato que dificulta negociações desse âmbito.

Ante o exposto pelo embaixador, verifica-se que a tendência é que haja um favorecimento para imigrantes que queiram viajar para os EUA, tendo apenas como contratempo um leve embargo com relação a isenção de vistos.