A virada de 2016 para 2017 na Turquia foi bastante movimentada. Após um homem matar o embaixador da Rússia no país, chegou a vez de outro criminoso decidir atrapalhar as comemorações de réveillon. Enquanto as pessoas estavam felizes, o homem, que não teve a identidade revelada, planejava como praticaria um ato que é chamado de terrorismo.

Ele matou mais de 30 pessoas que estavam em uma boate, deixando outras dezenas de vítimas feridas. Até o final da noite desta segunda-feira, primeiro dia do ano, as buscas pelo terrorista ainda continuavam. Inicialmente, comentava-se que o homem estava fantasiado de Papai Noel. No entanto, com a revelação aos poucos das primeiras imagens das câmeras de segurança, descobriu-se que, no momento do #Crime, o atirador apenas utilizava um capuz, tentando assim esconder o seu rosto.

Publicidade
Publicidade

O crime aconteceu em uma boate repetindo atos terroristas que já foram realizados em espaços semelhantes. Um deles aconteceu no ano passado quando um atirador invadiu uma boate homossexual em Orlando, nos Estados Unidos. O crime na Turquia aconteceu em uma das cidades mais conhecidas do país: Istambul.

A celebração da virada do ano era realizada em uma boate de luxo que estava lotada. Tudo seguia tranquilo e dentro do planejado até que as vítimas foram surpreendidas pelo homem armado. Ao perceberem que aquele era um atirador, as pessoas que estavam na boate saíram correndo. No entanto, nem todas conseguiram sair a tempo.

O criminoso usava uma pistola do tipo automática, o que fez com que ele aumentasse o número de vítimas muito rapidamente.

Segundo as autoridades, foram 39 mortos e 69 feridos.

Publicidade

A mídia internacional diz que o atentado tende a piorar a relação entre a Turquia e outros países da região, na tentativa de combater o terror. Um dos maiores prejuízos é justamente com a Rússia que viu seu embaixador ser abatido no último dezembro.

Veja abaixo o momento que o atirador está dentro da boate e faz algumas de suas vítimas. As imagens são fortes.

Abaixo, é possível ver como ficou a situação na rua da boate. As imagens foram gravadas por câmeras de segurança.

#Investigação Criminal