Nesta semana, o falecimento de uma criança acabou chamando a atenção de todo o mundo e está colocando em discussão a relação entre a sociedade e a tecnologia. O caso que acontece em um resort de luxo, na cidade de Xiangyang, na China, mostra uma mãe com seu filho em uma piscina, mas ela não parece muito atenta ao que acontece com a criança. Toda a ação foi flagrada por câmeras de segurança. A mulher aparece no vídeo mexendo em seu aparelho de celular, talvez mexendo em aplicativos para melhorar as fotos da viagem que faz com a família. Enquanto isso, o menino parece demostrar que as coisas com ele não estão indo nada bem.

O garoto está a poucos metros da mãe.

Publicidade
Publicidade

Ele se debate e faz de tudo para não se afogar. Mesmo lutando pela sobrevivência, segundo informações do site 1 News, a criança não teve a capacidade de sobreviver. Mesmo assim, a mãe dele, que aparece de costas para o menino, continua a mexer no aparelho. Bem tranquila, ela não dá muita bola ao que acontece ao seu lado. Depois de muito tempo, a mulher então não viu mais seu filho. Ela então pediu a ajuda dos funcionários do resort chinês, a fim de achar a criança. Mais já era tarde, o menino já estava morto e a mãe então ficou desesperada pela perda.

O garoto, que não teve a identidade revelada, morreu em uma região com pouco mais de um metro de profundidade. A polícia esteve no local e anunciou que um inquérito será aberto. O objetivo é analisar quem foi o culpado da tragédia, se a mãe, que estava interessada no celular, ou o próprio estabelecimento que a família frequentava, que também não percebeu o afogamento da criança.

Publicidade

Por conta do acidente, o resort acabou sendo fechado temporariamente.

Veja abaixo o vídeo que mostra o momento que a mãe parece mais interessada com o celular, do que com o que acontece com seu próprio filho. Na sua opinião, está mulher merece ser penalizada pelo o que aconteceu na água, ou a maior pena dela já foi a culpa de perder o seu filho? Não esqueça de deixar seu comentário. Ele é sempre muito importante para todos nós.

#Crime #Investigação Criminal