Um caso insólito, repercutido inicialmente na imprensa da Índia, nesta sexta-feira (3), gera repulsa em milhares de pessoas com aversão a baratas.

É que uma doméstica, identificada apenas pelo nome Selvi, 42 anos, ao sentir fortes dores de cabeça – semelhante a queimaduras -, foi ao médico tratar o problema e acabou descobrindo que o sofrimento era causado por uma barata. Ela reside em Injambakkam.

O inseto entrou pelo nariz da indiana e ficou preso ao redor do crânio da mulher, segundo os profissionais de saúde, que filmaram o nauseante procedimento de remoção.

À imprensa, Selvi confessa como tudo aconteceu. Ela conta ter acordado na madrugada com a sensação de algo rastejando em sua narina direita, além de sentir a cabeça “queimar”.

Publicidade
Publicidade

Surpreendida pela barata durante o sono, revela que o inseto entrou em sua narina, antes de ter alguma chance de impedir o acesso do bicho à cavidade nasal.

Selvi, que não permitiu a divulgação do nome completo, acrescenta outro aspecto curioso em ter uma barata a poucos centímetros do cérebro.

Ela comenta ter notado uma sensação de formigamento e algo rastejando dentro de sua cabeça, toda vez que o inseto se movia. “Me dava uma sensação de ardor em meus olhos”, fala.

Desesperada, ainda na madrugada, a indiana procurou uma clínica próxima, mas no local, "nada de errado" foi detectado.

No dia seguinte, viajou à cidade de Chennai, onde teve o problema identificado por uma equipe médica do hospital Stanley Medical College, que encontrou o inseto vivo no nariz da paciente.

MÉDICOS ESPANTADOS

De acordo com o Dr.

Publicidade

MN Shankar, chefe do departamento de otorrinolaringologia, com 30 anos de experiência na medicina, este foi o primeiro caso que ele testemunhou durante sua longa trajetória na profissão.

Shankar salienta que o inseto estava entre os dois olhos, perto do cérebro.

Ele ainda observa a dificuldade em remover a barata, devido a área em que ela estava.

"Eu tive que primeiro arrastá-la para um lugar de onde eu poderia puxá-la para fora. Finalmente foi removida após 45 minutos", recorda.

O otorrinolaringologista conta que se a barata morresse, a paciente poderia perder a vida, pois desenvolveria uma infecção que atingiria o cérebro.

Abaixo, veja o repugnante vídeo dos médicos retirando o inseto da narina de Selvi.

#Mídia #Curiosidades #Viral