Um vídeo está chamando a atenção por mostrar uma mãe dando um ponta pé na própria filha. Mas a agressão ocorreu com a melhor das intenções. Essa foi a maneira encontrada pela mulher para impedir que a criança de três anos de idade fosse esmagada pelas portas automáticas de um elevador.

As imagens mostram que a mulher teve de pensar e agir rápido. O caso, que rapidamente foi divulgado, aconteceu na cidade de Uban, na Malásia. As cenas foram captadas pelo circuito de monitoramento interno do prédio em que mãe e filha estavam visitando.

Pelas cenas é possível ver que a garotinha anda na frente da mãe e chega rapidamente até o elevador.

Publicidade
Publicidade

Note-se que o mesmo estava com as portas automáticas abertas. A menininha faz menção de entrar no compartimento, mas olha para o lado e resolve parar bem na divisão entre o andar e o elevador. Ao que parece, ela queria esperar a mãe antes de entrar.

No entanto, as portas começam a se fechar para desespero da mulher, que teve que correr para evitar que a filha ficasse presa. Nesse momento é possível ver a mãe chutando a garota para fora do elevador.

A criança chega a cair no chão, mas aparentemente sai ilesa. Não se sabe o que poderia ter ocorrido se as portas se fechassem com a menina entre elas.

Provavelmente, ela seria seriamente machucada, já que de acordo com o porteiro do condomínio, o elevador não contava com nenhum dispositivo de segurança aos passageiros, como, por exemplo, sensores que identifiquem a presença de pessoas no entre as portas.

Publicidade

Mo Adib disse à imprensa local que esse tipo de bloqueio para evitar que moradores e visitantes fiquem prensados não está funcionando. A única maneira de impedir o fechamento automático é um botão no painel de controle, que fica na parte interna do meio de transporte. Alguém teria de acioná-lo para manter as portas abertas. Ocorre que naquele instante não havia passageiros no compartimento.

O porteiro disse que costuma avisar que existe essa deficiência no elevador. Ele ficou impressionado com a calma e frieza da mãe para evitar o pior.

O funcionário ainda explicou que a passageira relatou o problema e o condomínio resolveu checar o conteúdo das câmeras, constatando o perigo. O homem deixou um alerta para que pais andem de mãos dadas com filhos pequenos sempre que forem entrar e sair de elevadores.

#Acidente