"Muito bom", foi assim que um canibal alemão descreveu o gosto do sangue de sua vítima. Outro #Crime nessa semana, também envolvendo canibalismo, chamou a atenção do mundo. Um menino de sete anos foi vítima de Nazim Miyan, na Índia. Ele acabou sendo denunciado pela própria mãe. Reportagens do 'The Sun' e do 'Mail Online' falam sobre o caso, que beira o animalesco. Até então, a mãe de Nazim não fazia a menor ideia de suas tendências canibais. No entanto, em um determinado dia, ela notou algo estranho e decidiu perseguir o filho, até encontrá-lo em uma casa abandonada com o corpo de um pequeno menino. A criança já estava cortada em pedaços e decapitada quando a mulher se deparou com a cena, que certamente, não será esquecida tão cedo.

Publicidade
Publicidade

De acordo com a mãe, o seu filho estava agachado junto ao corpo da criança, com a boca sobre o seu abdômen, comendo as entranhas do menor. O crime aconteceu na cidade de Amariya, que fica no interior do estado indicado de Uttar Pradesh. O crime de canibalismo tem requintes de crueldade. Como mostram as reportagens, o indiano teria cortado o menino em pedaços, separando pescoço, pernas e braços do menor. Posteriormente, ele cortou novamente a criança morta, mas agora em pedaços menores, a fim de que fossem aproveitados em muitas refeições. Ainda não se sabe o porquê do indiano gostar de comer carne humana. Uma hipótese seria um ritual de magia negra.

A mãe do indiano, assim que viu a cena, decidiu chamar a polícia. Os agentes da lei, acostumados com cenas bárbaras, ao verem a cena dentro da casa, relatam que tiveram um sentimento horrível.

Publicidade

"A pele na parte do abdômen havia sido cortada e seus órgãos internos estavam espalhados pela sala", disse um dos agentes que foi ao local. Assim que o caso ficou conhecido na cidade, várias pessoas foram para a frente da delegacia, onde o homem foi preso. Eles pediam que o indiano fosse preso. Por enquanto, ele aguarda uma decisão do tribunal do país. Uma audiência está marcada para o dia primeiro de março.

Na sua opinião, que tipo de pena esse homem deveria ter após o esse ato bárbaro? Comente. #Investigação Criminal