Casais apaixonados costumam ter bastante libido. Alguns, no entanto, perdem a noção do perigo e do ridículo. É o que parece ter acontecido com um casal flagrado fazendo sexo por câmeras de segurança. Os dois foram a um restaurante e pediram uma pizza. As cenas aconteceram em uma unidade da Domino's, na Inglaterra. Enquanto esperavam pelo pedido, eles decidiram se aventurar e foram bastante saidinhos.

As imagens foram divulgadas pelo mundo inteiro através do tabloide inglês 'The Mirror'. O vídeo, com parte da cena, pode ser visto ao final dessa reportagem. As imagens da câmera de segurança mostram o casal abraçado. O homem está atrás de sua parceira, quando os movimentos para frente e para trás começam a acontecer.

Publicidade
Publicidade

Detalhes sobre acontecimento que pode ser visto como crime

A mulher das imagens, mais tarde, usou a internet para dizer que, de fato, transou no restaurante. Segundo ela, a paixão pelo seu parceiro é muito grande e naquele momento um fogo inexplicável surgiu. A protagonista da cena alegou que não poderia desperdiçar esse momento importante para os dois. Antes da cena registrada no balcão do restaurante, a namorada do rapaz chegou a ficar de joelhos na frente dele, supostamente realizando sexo oral. O rapaz é um torcedor do Leeds, um time de futebol muito conhecido da Inglaterra.

O pronunciamento

O incidente aconteceu no dia 25 desse mês, logo após o time do rapaz vencer um adversário. Os funcionários do restaurante chegaram a tentar impedir o ato, mas o casal estava saidinho demais e incontrolável.

Publicidade

O casal, mais tarde, usou a web para dizer que há quem faça coisa pior. Eles revelaram que não se arrependeram pelos seus atos libidinosos.

Imagens que rodaram o mundo

Veja o vídeo que mostra o casal tendo uma relação íntima em plena pizzaria da Inglaterra. Na sua opinião, o que pode ter levado o casal a não esperar para ter a relação a dois em casa, preferindo um mercado? Não esqueça de deixar o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas relevantes à sociedade.

#Crime