Centenas de trabalhadores de uma cadeia de fast food fizeram uma manifestação em frente ao escritório do potencial novo secretário do Trabalho do Governo Trump, Andrew Puzder, para exigir que o magnata do fast food retire sua candidatura ao cargo. Puzder é o diretor da empresa de franquias Hardee's y Carl's Jr.

Puzder é simpatizante (e contribuinte) do Partido Republicano e tem sido criticado pelo movimento "Fight for $15", que luta pelo aumento do salário mínimo, se opõe à extensão do pagamento de horas extras, entre outras questões trabalhistas. A audiência do Senado para confirmação do nome do magnata está marcada para esta quinta-feira (16).

Publicidade
Publicidade

Recaem sobre os ombros do empresário sérias acusações, como assédio sexual em seus restaurantes, segundo relatou a ex-funcionária, Maggie Guerrero, também militante do "Fight for $15". Guerrero foi chefe, por dois anos, em uma filial da Carl's Jr., em Los Angeles.

Este é mais um de diversos casos denunciados que estão sendo investigados pelo Departamento do Trabalho dos Estados Unidos. O empresário foi denunciado também pelo não pagamento de salários. Há cerca de US$ 150 mil em dívidas com os trabalhadores e mais de US$ 80 mil em multas a serem pagas. Puzder é acusado de ter cometido mais de 30 violações às normas de segurança e saúde públicas.

Segundo Saru Jayaraman, militante da "Restaurant Opportunities Centers United", dois terços das mulheres que trabalham nos restaurantes do postulante ao cargo de secretário do Trabalho dos EUA, têm sofrido assédio sexual no trabalho.

Publicidade

Tais fatos colocam Puzder e o #Governo #Trump em mais uma situação constrangedora, além da criminalização dos imigrantes, que tem causado repulsa na opinião pública norte-americana e internacional.

A população imigrante nos EUA encontra-se em uma situação de grande vulnerabilidade, em função das polêmicas medidas adotadas pelo Governo Trump, na semana passada. Agentes do Serviço de Imigração, por exemplo, detiveram mais 600 pessoas. Foi a maior operação desta natureza liderada pelo novo mandatário norte-americano.

Foram realizadas operações em diversos estados, entre eles, Califórnia, Nova Iorque, Geórgia, Carolina do Norte, Carolina do Sul, Illinois, Indiana, Kansas, Kentucky, Missouri e Wisconsin. #Mundo