O terrorismo, infelizmente, ainda faz vítimas no mundo inteiro. Nesta quinta-feira, 16, por exemplo, o tabloide inglês 'Daily Mail' deu destaque a um vídeo publicado no Twitter. As imagens, que são muito fortes, mostram um menino, de apenas oito anos de idade, gritando desesperadamente após ter suas pernas explodidas por um bombardeio na cidade de Habeet, que fica na província de Idlib, na Síria. O vídeo angustiante foi publicado pelo internauta Riam Dalati, que é produtor da BBC. O menino das imagens, após a repercussão da sequência, acabou sendo identificado. Abdulbasit Taan Al-Satouf teve suas pernas explodidas na região próxima aos joelhos.

Publicidade
Publicidade

Ele grita pelo socorro do pai.

Infelizmente, amputações são bem comuns em regiões de conflito, como a Síria. O pai, ao ver o desespero da criança, acabou decidindo pegar ele no colo e, em seguida, o colocou dentro do caminhão. Enquanto a cena acontece, uma terceira pessoa filma tudo. Outros adultos gritam o nome de Deus, suplicando para que sejam poupados de algo terrível. O produtor da rede britânica BBC conseguiu informações sobre o caso após a filmagem assustadora. Ele já cobre o conflito na região há cerca de cinco anos. O produtor Riam Dalati informou ao 'Daily Mail' que o ataque, que decepou as pernas do garoto do vídeo, teria assassinado a mãe e a irmã do garoto.

A seguir, o leitor pode ver algumas fotos postadas em uma conta no Twitter, que mostram o menino sendo resgatado por uma ambulância.

Publicidade

Apesar do susto e da perda de parte dos membros inferiores, ele sobreviveu ao ataque.

Veja abaixo o vídeo que mostra o menino com suas pernas explodidas por conta de um ato terrorista. Atenção, o conteúdo abaixo possui cenas de violência. Algumas pessoas podem achar a sequência de imagens fortes, por isso, deixamos o nosso alerta.

Na sua opinião, existe uma maneira de resolver conflitos como os mostrados no vídeo acima, se sim, de que maneira isso deveria ser executado pelas autoridades internacionais? Não esqueça de deixar o seu comentário. A sua opinião é sempre muito importante para todos nós e ajuda no diálogo de temas relevantes. #Crime #Investigação Criminal