Já faz dois anos seguidos que o Estado Islâmico tornou-se uma grande ameaça para os cristãos de todo o mundo. No inicio de 2015, um dos lideres do grupo terrorista ordenou que todos os muçulmanos perseguissem e matassem cristãos em todos os países. Em janeiro deste ano, uma nova reivindicação foi postada pelas redes sociais, na qual os extremistas pedem para que muçulmanos não tenham piedade dos cristãos. A perda de territórios, tanto na Síria, quanto no Iraque, está fazendo com que os membros do #Estado Islâmico se desloquem para o Egito, que está servindo como país de refúgio para a instalação de um califado.

Assim como os demais países do Oriente Médio, o Egito também possui uma minoria cristã, que ao todo soma 9 milhões de fiéis.

Publicidade
Publicidade

Muitos são perseguidos e sofrem com a legislação do país que beneficia apenas os seguidores do islamismo. E agora, com a ameaça crescente do Estado Islâmico, os cristãos do Egito logo se tornaram vulneráveis aos ataques terroristas. O líder extremista Abu Abdallah al-Masri promete aniquilar todos cristãos egípcios. Segundo ele, o grupo terrorista já planeja tomar o Cairo.

Em dezembro do ano passado, houve um ataque suicida contra uma igreja na capital Cairo. Na ocasião, o ataque teria vitimado em torno de 68 pessoas e acabou deixando 28 vítimas fatais e mais 40 feridos. O terrorista foi identificado como Mahmoud Shafiq, um jovem de 22 anos. Ele deixou um vídeo gravado onde convoca os muçulmanos para lutarem contra os cristãos. "Matem todos os infiéis", disse ele em seu discurso. O vídeo foi destinado para aqueles muçulmanos adeptos às causas dos jihadistas.

Publicidade

Mohammad al Adnani, um dos líderes extremistas afirmou que os atentados praticados pelos terroristas jihadistas em países do Oriente Médio e Europa seriam apenas o início da perseguição. Além de perseguir os cristãos, o Estado Islâmico, também visa destruir Israel, ideia que já é compartilhada por outros grupos terroristas, que são apoiados por países como o Irã.

Em 2014, o Estado Islâmico se referiu aos cristãos como seus maiores inimigos. Eles pregam a mesma doutrina de ódio para os demais muçulmanos. ''Ataque-os com uma faca, passe com seu carro por cima deles'', sugere um dos vídeos publicados pelos terroristas na internet. #Atentado terrorista #Ataque Terrorista