Igor Alexeev, estava assistindo o noticiário, na TV, quando descobriu que sua esposa era prostituta. Ele ficou chocado quando viu a mulher sendo presa, durante um ataque em um bordel. Igor Alexeev não podia acreditar em seus olhos quando viu a trabalhadora de sexo, Maria, em lingerie e meias de renda pretas, sendo agemada durante um noticiário. O homem que vive em Ufa, capital da República do Bascortostão, vai agora avançar para tribunal, para proibir que a esposa contacte com sua filha, de seis anos.

Depois de ver a esposa de há oito anos sendo presa ao vivo na TV, Igor se sente sem opções e quer impedir que a mãe de sua filha, não veja mais a criança.

Publicidade
Publicidade

O homem ficou naturalmente abalado com essa situação e não considera que uma trabalhadora do sexo, com vida dupla, seja uma boa influência na vida de sua filha.

Surpreendido com a detenção ao vivo da esposa, ele foi procurar saber mais sobre a companheira de há oito anos, na Internet. Assim que digitou o seu nome, ele encontrou informações que em todo o casamento não podia nem imaginar. Igor alega que encontrou até lista de preços para vários serviços sexuais, revelando que ela cobrava de seus clientes 770 reais para "uma noite cheia de amor".

Depois do escândalo, Igor se separou de Maria e foi com naturalidade que o juiz entregou a custódia legal da filha para o pai. No entanto, ele não ficou satisfeito com a decisão e pretende mais ainda. Por isso ele está planejando ir ao tribunal novamente para impedir Maria de ver a menina.

Publicidade

Ele argumenta que seria melhor para a criança ser capaz de crescer sem a vergonha e constrangimento das pessoas sabendo que ela é a filha de uma prostituta.

Porém, Igor vai contar com a contra-argumentação da ex-mulher que, alegadamente, estaria falando que Igor não tem o direito de criticá-la, porque ele tinha sido incapaz de fornecer dinheiro suficiente para a família viver, defendendo que trabalhava de prostituta para sustentar sua família.

De acordo com a polícia, Maria enfrenta acusações criminais após esse ataque no bordel.

Assista ao vídeo:

#Casal #prostituição #Televisão