Um homem, de 19 anos, que teve relações sexuais com uma estudante de 15 anos de idade foi poupado de uma pena de prisão. Apesar da diferença de idade e da garota ser menor, o jovem foi ilibado porque o #sexo foi consensual. Gavin Bywater não foi preso depois que um juiz ouviu que ele não era um "predador" e que não era considerado um risco para crianças ou meninas. Porém, ele foi colocado no registro de criminosos sexuais.

Bywater teve sexo desprotegido com a #adolescente três vezes, em dois dias, de acordo com que ficou revelado no tribunal de Teesside. Alegadamente, tanto Gavin como a garota, sabiam as idades de cada um, quando se envolveram sexualmente.

Publicidade
Publicidade

Ele admitiu três acusações de atividade sexual com uma criança. Não existe qualquer associação do uso de drogas ou álcool, durante esse caso e o rapaz admitiu o que fez.

O jovem assumiu que terminou sua relação com a menina por causa da diferença de idade entre eles, e também por suas próprias dificuldades mentais. A menina, que não pode ser nomeada por razões legais, disse em um comunicado que não estava se sentindo bem. Ela disse que Bywater não a assustou, mas ela estava chateada e irritada com toda essa situação, que fez com que ela colocasse os amigos de lado e se tornasse uma pessoa menos sociável.

O advogado Sean Grainger disse que Bywater tinha problemas de saúde mental e era imaturo. Ele disse que o adolescente não parecia ter 18 anos e, por essa razão, ele se misturava com pessoas ainda mais jovens, por causa de seu próprio nível de maturidade: "Ele é um jovem que começou a falar com uma menina.

Publicidade

Parece que eles foram atraídos um para o outro. Alguns dias depois, a relação sexual aconteceu. Era consensual. Não parece haver qualquer elemento de abuso por ele. Ele reconhece que era uma coisa muito errada de se fazer. Terminou porque ele sentiu que ela era muito jovem para ele".

Grainger considerou que o rapaz não era um predador, e o Serviço de Liberdade Distrital disse que ele não era um risco para as crianças, sugerindo uma sentença comunitária para ajudá-lo. O juiz Simon Hickey disse a Bywater: "Você mesmo tinha 18 anos."Nenhuma ameaça foi usada. Não foram utilizados fármacos, não foi utilizado álcool. Não havia força usada por você. Foi uma relação sexual consensual". #Justiça