Um homem, de nacionalidade francesa, decidiu processar o #UBER depois que foi pego pela esposa saindo com outra mulher. Ele alega que utilizou o aplicativo um certo dia, por uma única vez, para pedir um carro, mas logo em seguida desconectou. O que o homem reclama é que, mesmo depois de desconectado do celular da esposa, esta ainda teria recebido muitas notificações em seu telefone, o que fez com que ela tomasse conhecimento de todas as corridas que ele fazia.

Por conta disso, alguma dessas corridas a fez desconfiar do comportamento e das rotas que o mesmo fazia. Ela, então, decidiu investigar e, ao fazer a busca, descobriu todas as rotas que o marido havia feito, pedindo o divórcio logo em seguida. O casal se separou mas agora o homem pede uma indenização milionária a empresa pelos danos que a mesma causou em sua vida e em seu relacionamento. Os valores são inacreditáveis.

Há informações de que o valor do processo pode chegar à US$ 48 milhões, o equivalente a 150 milhões de reais, é melhor que ganhar na mega da virada, ein? O advogado do traidor, André Darmon, falou à agência de notícias AFP, depois que o caso foi parar em um tribunal da cidade francesa de Grasse. Ele alega que, por conta de um 'bug' do Uber, seu cliente teve sérios problemas em sua vida pessoal.

Darmon não confirmou o valor da indenização, mas disse que seu cliente não quer que o assunto tenha mais repercussão do que já vem tendo e pede para que sua identidade seja preservada.

Há relatos que outros usuários do Uber tiveram os mesmos problemas ao logar em outros celulares; um jornal fez o teste e também constatou o mesmo problema. Ao logar e desconectar o celular em que havia sido desconectado, continuou recebendo as notificações mesmo sem a conta do jornal estar logada.

O Uber enviou nota aos meios de comunicação afirmando que pretende não se pronunciar sobre o ocorrido e que sempre tentou fazer o possível para garantir a proteção dos dados dos seus usuários. A empresa afirmou ainda que pretende rapidamente resolver o problema dos 'bugs'. #Curiosidades