O câncer é uma das enfermidades mais devastadoras da atualidade. Quando uma pessoa passa a ter a doença, as pessoas próximas do doente sempre se solidarizam com a situação. Ou de alguma forma fazem compartilhamento via redes sociais para o assunto se espalhar e, quem sabe, ajudar mais o doente psicológica ou financeiramente, porque o gasto com o tratamento medicamentoso é muito alto, sobretudo às pessoas que não disponibilizam de um recurso extra.

Foi o que aconteceu na casa da inconsolada e melancólica Jessica Medinger. O seu filho de 10 anos, que possui nome de herói da navegação inglesa do século XVI, está com câncer.

Publicidade
Publicidade

O menino Drake passa por uma situação muito triste. A doença que o acometeu é uma das mais pesadas da atualidade: #Leucemia.

A #mãe tirou uma foto do menino e publicou no perfil do seu Facebook, comovendo o mundo. A foto dá uma aura de tristeza absurda. A cena é um menino completamente esquelético, de frente para o vazo sanitário, com um rosto que esbanja agonia de grande intensidade.

A postagem

Na postagem, ela apresentava Drake e dizia que era seu mundo, afirmando que desde o momento em que soube que estava grávida, até a eternidade, o filho tem sido seu motivo de viver. Continuou dizendo que era seu sorriso, sua paixão e a pulsação do seu coração. Jessica completava a dizer que era sua lágrima, sua vida e a tristeza do seu coração.

Foi com esta postagem que a mãe, que mora no estado do Texas (EUA), descreveu o seu pequeno filho doente ao mundo.

Publicidade

Através do conjunto da obra, foto e uma escrita de forma muito eloquente e melancólica, que, 24 horas após a publicação, já tinha mais de 327 mil curtidas e chegando muito próximo de 70 mil compartilhamentos.

As pessoas realmente se solidarizaram, visto que a família do menino vinha obtendo recursos da plataforma digital YouCaring. De início, o objetivo era arrecadar US$ 10 mil (R$ 30,86 mil). Mas graças a postagem e a ajuda das pessoas, o montante já passa dos US$ 30 mil (R$ 92,58 mil).

A mãe terminou dizendo que antes que a julgasse por ter postado a foto, não havia nada de mais, visto que nadadores eram visto sempre daquela forma (o menino estava de sunga ou cueca). Jessica finalizou dizendo que a vida nem sempre é perfeita e politicamente correta. E que o câncer acaba com uma pessoa.