Iman Javed, de 11 anos, morreu para salvar a priminha de 3 anos, Aaima Javed. As crianças seguiam no carro da #Família, que sofreu um grave #Acidente na rodovia para Blackburn, na Inglaterra. A última ação de Iman no mundo foi a de retirar a prima pequena do carro, antes de ser morta por um caminhão.

A neblina teria provocado todos os acidentes. O primeiro entre dois carros e, pouco depois, uma colisão com um caminhão. Além de Iman, um jovem que seguia no outro carro também morreu.

No carro da família, um Volkswagen Sharan, estavam viajando, além de Iman e Aaima, ainda a mãe, o pai e a irmã de 15 anos de Iman. O pai, Javed, era quem estava dirigindo o carro, quando foi atingido por um Renault Clio, que estava viajando na mesma direção.

Publicidade
Publicidade

O pai ficou gravemente ferido e teve que seguir para o hospital, onde se encontra ainda em estado crítico. Khaldan e Saania, mãe e filha, conseguiram sair sozinhas do carro acidentado e já se recuperaram em casa do grave acidente.

Iman também tinha conseguido sair do carro e estava tirando a priminha de dentro do automóvel. Ela conseguiu libertar a menina, e salvar sua vida, quando um caminhão atingiu o carro acidentado, matando Iman.

Quase por milagre, a pequena Aaima conseguiu sobreviver, apesar de ter ficado ligeiramente ferida. A menina também estaria bem perto do carro, quando o caminhão bateu, mas não foi atingida. Aaima sofre ainda doença cardíaca.

A família estava desesperada no momento após o acidente, mas Iman, que tinha um vínculo especial com a prima, teve o impulso de tentar salvar a vida dela, como declarou a mãe ao jornal Mirror.

Publicidade

Khaldah disse ainda que sua filha era uma “bela bênção”, que tocava os corações de todos que ela conhecia.

"Ela era uma jovem bonita, carinhosa, divertida, curiosa e, às vezes, atrevida. Iman podia brincar pacientemente por horas com seus primos mais novos, mas também podia dizer o impacto que o Brexit teve na libra", declarou a mãe da menina, que sonhava ser médica.

A diretora da escola onde a menina estudava também não poupou nos elogios quando falou sobre Iman, que considerou uma "aluna de primeira classe". A escola pretende agora fazer uma homenagem para lembrá-la como "a menina especial que ela era".

A polícia de Manchester está investigando o acidente, enquanto que vários benfeitores estão organizando uma página de angariação de fundos para apoiar a de Iman. #primas