De acordo com o site Daily Mail, o pequeno nigeriano Hope, que no ano passado causou comoção mundial ao ser salvo pela dinamarquesa Anja Ringgren Loven de uma morte quase certa, está completamente recuperado e começou a frequentar a escola.

Em janeiro de 2016, Loven, que é a criadora da Fundação de Educação e Desenvolvimento da Criança Africana (DINNødhjælp/ACAEDF em dinamarquês), encontrou o menino de apenas dois anos de idade durante uma missão de resgate. Naquela época, Hope já estava vivendo nas ruas há oito meses, pois seus pais o haviam abandonado para morrer acreditando que ele era um "bruxo". O garoto foi achado nu, extremamente magro e faminto, e seu estômago estava repleto de vermes.

Publicidade
Publicidade

Ao saber da situação do menino, a dinamarquesa foi ao seu encontro e lhe deu alimento e água – momento em que a imagem que comoveu o mundo foi registrada. Após esse primeiro contato, Loven envolveu Hope em um cobertor e o levou para um hospital, onde o garoto foi tratado dos vermes e recebeu transfusões de sangue para que seu organismo incorporasse mais glóbulos vermelhos.

Loven pediu ajuda financeira dois dias após a internação de Hope, para que as suas despesas médicas fossem quitadas, e ela recebeu mais de US$ 1 milhão em doações pelo mundo todo.

Recuperação surpreendente

Oito semanas após ser resgatado, Hope já estava irreconhecível, pois havia ganho um peso considerável. Agora, apenas um ano depois, Loven divulgou novas imagens do menino, que mostram que ele está muito feliz e saudável.

Publicidade

Para comemorar a recuperação, a dinamarquesa fez uma espécie de "recriação" da imagem do resgate de Hope na qual ela lhe dava água, só que desta vez ele estava bem vestido e usando uma mochila, pronto para ir à escola.

Segundo o Daily Mail, a Fundação de Educação e Desenvolvimento da Criança Africana foi fundada por Anja Ringgren Loven há três anos e ajuda outras crianças como Hope, que também sofrem com a rotulação de “bruxaria”, e que acabam sendo negligenciadas ou até mesmo mortas por membros de comunidades locais africanas.

Loven e seu marido David Emmanuel Umem, começaram a construir seu próprio orfanato no final de janeiro de 2016, onde crianças resgatadas recebem escolaridade, alimentação e cuidados médicos.

Veja algumas imagens do resgate e da recuperação de Hope:

#solidariedade #Viral #Fanatismo religioso