Uma mulher de 28 anos foi presa depois de ser acusada de abusar sexualmente de dois garotos, um de 12 anos e outro de 14 anos. O crime teria acontecido dentro do banheiro de um memorial de guerra na cidade de Ocala, no estado americano da Flórida, nos Estados Unidos. Segundo as autoridades, a acusada, Maria Lynn Baker, também filmou o ato e estava tentando vender a infame gravação a uma jovem que não queria aceitar, quando a detetive Melissa Buetti, do departamento de polícia da cidade, a capturou. A mulher, que estava discutindo com Baker, confirmou que esta queria que ela comprasse a filmagem. Os "tiras" foram chamados pelos seguranças do memorial, que notaram, graças às câmeras do circuito interno de segurança, uma movimentação esquisita no local.

O Departamento de Polícia de Ocala também informou que podem ter havido vítimas anteriores de Baker, que vive nas ruas desde 2006 e já foi mantida presa por uma quinzena por perturbação da ordem pública. A acusada está detida desde sábado, 11 de fevereiro, quando se deram seu suposto crime e sua apreensão, e, previsivelmente, preferiu não falar com as pessoas da imprensa.

Crimes sexuais contra menores, infelizmente, acontecem em toda parte. Recentemente, veio a público que na bela cidade de Almeria, na Espanha, uma mulher estava prostituindo a filha adolescente de 13 anos para um homem de quase 60 anos em troca de tabaco, bebidas, comida e alguns euros. O caso foi denunciado às autoridades policiais por um anônimo que percebeu que algo de estranho estava acontecendo na casa do homem que abusava da menina. Ele foi detido e a mulher responde em liberdade pelo crime de negligência, além de ter perdido a guarda da garota e do irmão mais novo desta. Segundo as autoridades, a garota mostra sinais de estar aliviada por ter sido libertada e não deseja mais ver a mãe. Os dois irmãos foram enviados para um abrigo, onde, entre outras coisas, talvez possam recuperar o tempo perdido nos estudos - nenhum dos dois estava frequentando a escola. #sexo #Vídeo