Kate e Gerry McCann vão ganhar verdadeiras fortunas por causa do desaparecimento da sua filha Maddie, em 2007. Tal como informa o jornal “Sol”, o casal, está com sua agenda completamente preenchida com compromissos com vários canais televisivos. Por cem mil euros no Reino Unido e cerca de 400 mil euros nos Estados Unidos, o casal McCann está disponível para falar sobre o crime e o relacionamento que tinham com a sua filha. Apesar dos valores terem sido divulgados, ainda não se sabe ao certo que canais decidiram pagar pelas entrevistas.

Depois de anos e anos e muitos milhões gastos para tentar resolver um dos crimes mais midiáticos da Europa da última década, o casal McCann, que já falou várias vezes sobre a sua condição econômica complicada, já tem um plano bem claro para conseguir ganhar muito dinheiro nos próximos meses, mesmo que isso cause muita revolta de pessoas nas redes sociais, que acusam os dois ingleses de se aproveitaram da tragédia da própria filha para lucrarem.

Publicidade
Publicidade

Como garante o site do jornal “Sol”, o casal deverá dar uma entrevista no próximo dia 3 de maio, fazendo questão de falar publicamente no dia em que vai fazer dez anos desde que Maddie desapareceu no Algarve, sul de Portugal, sem deixar nenhum rastro. Em uma altura em que a investigação do caso da filha está prestes a terminar, sem que qualquer prova tenha sido encontrada, o casal McCann pretende que a tragédia envolvendo a sua pequena filha continue sendo falada e comentada.

Através das redes sociais, muitas mensagens, um pouco por todo o mundo, demonstram uma enorme revolta pela forma como os dois estão lidando com a situação, condenando os canais de #Televisão que, apenas para conseguirem lucrar com a tragédia, continuam dando espaço para ambos falarem sobre um caso que parece não terminar para muitos órgãos de imprensa.

Publicidade

Muitos internautas também apontam os pais como os principais responsáveis pelo “desaparecimento” da sua filha. “Que gente ordinária”, escreve uma de muitas pessoas revoltadas com a situação. #Investigação Criminal