As #Férias em família não terminaram nada bem, quando os papais exageraram na bebida. O casal ficou tão bêbado, que foram mesmo presos pela polícia, depois de serem encontrados inconscientes em sua caravana, estacionada em um parque de férias no norte do País de Gales. O alerta foi dado pela filha pequena do casal, que ligou para o avô, contando que estava com medo. A família é de Liverpool, Inglaterra, e leva uma história bem mais complicada destas férias e um início de divórcio.

A mãe, de 34 anos, foi a primeira a mostrar estar alcoolizada. Algumas pessoas viram a mulher cambaleando e ajudaram-a até a caravana, entregando-a para o marido.

Publicidade
Publicidade

O homem, de 37 anos, ainda estaria bem, mas resolveu beber sozinho depois de ela dormir. Alegadamente, os dois teriam perdido a consciência, por causa do excesso de álcool, e os dois #Filhos ficaram sozinhos, em local desconhecido e com medo do que poderia acontecer.A menina conseguiu ligar para o avô, dizendo que queria ir para casa e foi o vovô quem fez o alerta.

O homem ligou para a segurança do parque, falando que estava preocupado com a netinha. Quando os seguranças foram verificar o que estava passando, encontraram um cenário pouco provável. Eles contaram que parecia que a caravana acabava de ser saqueada, e que estava tudo remexido. Os #pais estavam os dois inconscientes e dormindo em quartos diferentes.

De acordo com o jornal Liverpool Echo, foi com muita dificuldade que eles conseguiram que eles despertassem.

Publicidade

Depois, tudo na caravana parecia perigoso. Isqueiros e medicamentos pelo chão, bem ao alcance das duas crianças, essas sim, bem acordadas.

Quando a mãe saiu do quarto, ainda cambaleando, culpou a filhinha pela bagunça naquela caravana, enquanto que o pai tentou explicar o que tinha acontecido. O homem contou que tinha discutido com a esposa, por ela estar embriagada, e que quando ela foi dormir, ele resolveu beber também. Seria essa a explicação para o estado em que os dois se encontravam. Certo é que a polícia não teve outra possibilidade, do que detê-los e retirar as crianças.

Provisoriamente, os meninos foram entregues para um parente, enquanto os serviços de proteção de crianças e menores estão investigando essa família. De acordo com jornal Mirror, o casal está se divorciando e têm planejado que as crianças fiquem com a mãe.

Nesse momento, a mãe já foi liberada, enquanto aguarda pelo relatório do julgamento. Porém, o pai, que já tinha problemas anteriores com a justiça, foi colocado em uma ordem comunitária de 12 meses, com 80 horas de trabalho não remunerado e reabilitação.